Candidatos de Conceição do Almeida apelam para insatisfação popular como motivo de mudança de governo

Armando Neves e Gerson Lessa, candidatos em Conceição do Almeida.
Armando Neves e Gerson Lessa, candidatos em Conceição do Almeida.
Armando Neves e Gerson Lessa, candidatos em Conceição do Almeida.
Armando Neves e Gerson Lessa, candidatos em Conceição do Almeida.

O Partido dos Trabalhadores (PT) oficializou em convenção realizada no final de junho, a candidatura de Dr. Armando Neves à prefeitura de Conceição do Almeida. Em cerimônia simples, realizada na Câmara Municipal da cidade, o partido anunciou também o nome do professor Gerson Lessa (PSD) como o candidato a vice-prefeito da chapa.

Esse novo pleito eleitoral traçou algumas mudanças na política local. A aliança composta pelo PT, PSD, PSC, PHS, PTN, PRP, PRTB e DEM faz parte da coligação “Esperança Renovada”.

“Esse é um momento de grande união. Estamos em sintonia para encontrar o melhor caminho para nossa cidade. Precisamos trabalhar em prol da saúde desse povo. O Almeida precisa de infraestrutura, estradas e de um político agregador, que trabalhe para todos”, afirmou Dr. Armando.

Na opinião de Gerson, a união das oposições na cidade reflete a insatisfação popular com a atual administração. “Nós presenciamos os problemas e as reclamações dos nossos conterrâneos e elaboramos um projeto para atender tanto as necessidades da zona rural, quanto da cidade”, conclui.

 

Sobre Carlos Augusto 9462 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).