Bahia sedia 52º Congresso Brasileiro de Olericultura

Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

As novas tendências tecnológicas voltadas para agroindustrialização de hortaliças, sua importância na geração de emprego e renda no campo e o panorama da agropecuária na Bahia estiveram em pauta na abertura do 52° Congresso Brasileiro de Olericultura (CBO), realizado nesta segunda-feira (16), no Centro de Convenções da Bahia, em Salvador. Representando o governador da Bahia, o secretário da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles abriu o evento, que segue até sexta-feira (20/07/2012), divulgando alguns números da agropecuária baiana, e explicou sobre as funções das 22 câmaras setoriais, criadas para traçar diretrizes às diversas culturas existentes no Estado.

Um dos homenageados da noite, Eduardo Salles reafirmou a importância de um evento deste porte para o Estado, principalmente por reunir pesquisadores, estudantes, agricultores, investidores e donos de indústrias nacionais e internacionais. “Através de eventos como este congresso, podemos mostrar a Bahia para o mundo, apresentando o nosso leque de oportunidades para o cultivo e para agroindustrialização das olerícolas”. O secretário destacou que a diversidade de produção agrícola baiana é muito grande, e que o Estado está sempre entre os cinco primeiros colocados no ranking nacional de produção.

Palco para difusão de tecnologia, o Congresso é um espaço para aproximar diferentes públicos, a exemplo dos agricultores e pesquisadores, apontando soluções e alternativas para o setor.

Para a presidente do 52° CBO e presidente da Associação Brasileira de Horticultura (ABH), Tiyoko Rebouças, a realização do congresso na Bahia representa o desenvolvimento da cadeia e a geração de emprego. “Essa edição terá como tema central a agroindustrialização, assunto que não havia sido contemplado até agora. Cerca de 70% dos inscritos são estudantes, que terão a oportunidade de trocar conhecimentos. A programação também inclui a apresentação de mais de 1,4 mil trabalhos científico-técnicos”. A professora destacou que o aumento da expectativa de vida está relacionado ao consumo diário de frutas e hortaliças, lembrando que o ideal é fazer uso, pelo menos, cinco vezes ao dia.

Vantagens e oportunidades

A primeira palestra do Congresso “Vantagens e oportunidades de agroindustrialização de hortaliças e frutas na Bahia” foi apresentada por Evilásio Fraga, coordenador-geral do Agropolo Mucugê/Ibicoara e também secretário executivo da Câmara Setorial de Hortaliças, e pelo superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri, Raimundo Sampaio. Eles demonstraram os resultados socioeconômicos, as principais características da horticultura no estado, seus principais polos, e as vantagens e oportunidades para a agroindustrialização.

Com o tema “Agroindustrialização de Hortaliças: geração de emprego e renda no campo”, o 52° Congresso de Olericultura traz em sua programação 34 palestras, voltadas para a apresentação de soluções, oportunidades e vantagens das novas tendências tecnológicas no processamento e produção agrícola, evidenciando sua importância no âmbito social e econômico.

Entre dezenas de assuntos a serem discutidos, estão o cultivo de hortaliças em sistemas orgânicos; controle biológico; manuseio na pós-colheita de hortaliças consideradas “nobres”; processamento de plantas medicinais e biofortificação de hortaliças, entre outros. Além das palestras, mesas redondas, reuniões de grupos de trabalho e de grupos setoriais, além da apresentação de trabalhos científicos e realizados cinco minicursos.

Participaram do evento, o reitor da Uesb, Paulo Roberto, o representante da Embrapa Hortaliças, Warlei Nascimento, o diretor-geral da Fapesb, Roberto Paulo, o representante do Sebrae Nacional, Ludovico Wellman, a presidente de honra do Congresso Arlete Marchi, e a superintendente da Secretaria de Turismo (Setur), Cássia Magalhães.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110071 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]