Bahia adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção na categoria Leite

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura, aderiu ao Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI) na categoria Leite. Com isso, os produtos lácteos baianos ganham espaço em todo o mercado nacional. Dos 242 estabelecimentos do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), 161 estão inseridos na categoria. A inclusão ocorreu após a realização de auditoria do Ministério da Agricultura (MAPA) no final do mês de junho, permitindo que 67% dos estabelecimentos com SIE possam comercializar seus produtos desde que atendam aos requisitos e critérios necessários à adesão.

“A Bahia está entre os três primeiros estados do País a aderir ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal e vai continuar avançando neste processo”, salienta o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles. “Nossa contribuição nesse sentido é oferecer as ferramentas necessárias ao desenvolvimento da cadeia produtiva da carne e do leite, apresentando a qualidade dos produtos baianos que já possuem condições de competitividade em todo o Brasil”, enfatizou o secretário, lembrando que o Estado já tem adesão ao SISBI nos segmentos carne e pescado desde março de 2010, pela Portaria 101 do Mapa.

 No total, a Bahia já possui estabelecimentos com SISBI nas categorias carne e pescado. “Agora vamos dar seguimento às auditorias e procedimentos para incluir indústrias baianas de leite, principalmente estabelecimentos caracterizados pela agricultura familiar”, destaca o diretor-geral da ADAB, Paulo Emílio Torres, informando que outras três indústrias já formalizaram o pleito de adesão e deverão ser incluídas no SISBI até o final deste ano. Em sua avaliação, a implantação do SISBI traz muitos benefícios além da possibilidade de ampliação do mercado. “O município gera mais emprego e renda e o consumidor tem um alimento de qualidade e mais seguro à mesa”, diz Torres.

Integram o sistema os estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul. “Esse sistema permite aos serviços de Inspeção Estadual e Municipal a equivalência com o Serviço de Inspeção Federal (SIF), ampliando o comércio interestadual de produtos baianos de origem animal nas diversas escalas de produção em todo o Brasil”, explica o diretor de Inspeção da ADAB, Adriano Bouzas.

Para garantir o ingresso no SISBI, as indústrias passam por auditorias que avaliam procedimentos de serviço, documentos e planilhas. Também são realizados treinamentos com o quadro funcional, bem como cursos em parceria com o Ministério da Agricultura com o propósito de harmonizar e padronizar os procedimentos de inspeção.

Segundo Bouzas, a ADAB tem recebido solicitações de indústrias baianas para ingressar neste sistema. “Isso demonstra o entendimento de toda a cadeia produtiva em trazer benefícios ao setor, em oferecer um produto de qualidade à população, buscando novos mercados e colocando a Bahia em condições de competitividade em todas as Unidades da Federação”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108107 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]