UNEB é a única universidade estadual nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste a pontuar em ranking da América Latina

Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

A UNEB é a única instituição de ensino superior (IES) estadual das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil a pontuar em ranking de IES da América Latina divulgado no último dia (13/06/2012) pela QS Quacquarelli Symonds University Rankings, organização mundial sediada na Inglaterra que avalia o desempenho de instituições de ensino de todos os continentes.

A universidade, definida como a estadual mais bem colocada da região, conseguiu pontuação máxima (100 pontos) no quesito participação e satisfação dos estudantes, alcançando a primeira posição entre as IES do Brasil e o quarto lugar entre as instituições da América Latina.

Quando consideradas todas as universidades das três regiões, a pesquisa internacional registra a UNEB na décima posição, atrás apenas das universidades federais de Brasília (UnB), Pernambuco (Ufpe), da Bahia (Ufba), do Ceará (UFC), do Rio Grande do Norte (Ufrn), do Pará, da Paraíba (Ufpb), de Campina Grande (UFCP) e de Goiás (Ufg).

O ranking realizado pela Quacquarelli Symonds, intitulado QS Top Universities, contempla uma lista com 250 universidades latino-americanas. Em comparação com a pesquisa de 2011, a UNEB subiu 51 posições, saindo da 175ª colocação e alcançando a 124ª.

O Brasil conta com 65 universidades entre as 250 melhores do continente latino-americano. Da Bahia, além da UNEB, pontuaram na pesquisa somente a Ufba, 42º lugar no ranking da da América Latina (AL), e a federal do Vale do São Francisco (Univasf), que ficou ranqueada entre a 201ª e a 250ª — a lista não distingue as 50 últimas posições .

A melhor universidade do continente, de acordo com o estudo, é a Universidade de São Paulo (USP), que obteve a pontuação máxima (100 pontos).

Nas dez primeiras posições do ranking aparecem mais duas brasileiras: a Universidade Estadual de Campinas, em terceiro lugar, e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ufrj), em oitavo.

Pontuação máxima em participação estudantil 

A Quacquarelli Symonds utiliza metodologia própria para realizar o estudo, com coleta de dados nas instituições de ensino superior e com dados fornecidos  pela  Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que reúne 34 países do mundo.

A QS avalia quesitos como reputação acadêmica — são aplicados 15 mil questionários com acadêmicos —, reputação de empregabilidade (avalia a imagem junto a empresas e órgãos públicos empregadores de egressos), titulação dos professores, artigos publicados, citações em trabalhos acadêmicos, impacto na internet, além do grau de participação e satisfação dos estudantes em relação à universidade.

Maior investimento em pesquisa e pós-graduação

A universidade ainda alcançou a liderança na Bahia no quesito citações em trabalhos acadêmicos, deixando a Ufba em segundo lugar. Entre as instituições latinas a UNEB figura no 31° lugar.

Atualmente a universidade possui cerca de 200 grupos de pesquisa em todos os campi, totalizando 1,2 mil pesquisadores. Em pouco mais de cinco anos a UNEB também saltou de uma pós-graduação stricto sensu para 12 mestrados e três doutorados oferecidos.

A meta da administração da UNEB é que todos os docentes da instituição obtenham título de mestrado

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109842 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]