Transporte urbano de Feria de Santana deve ser tema de um amplo debate, propõe vereador Justiniano França

Vereador Justiniano França (DEM).
Vereador Justiniano França (DEM).

Um amplo debate sobre o transporte urbano deve ser promovido em Feira de Santana, propôs nesta quarta-feira (20/06/2012) o vereador Justiniano França. Ele disse que “Feira é uma cidade que tem crescido e precisa ser pensada para os próximos 20 anos.

Em discurso na sessão da Câmara, Justiniano comentou sobre a paralisação dos motoristas de vans que fazem o transporte gratuito do Sistema Integrado de Transporte (SIT), ocorrida  na manhã de hoje, por falta de repasse da remuneração da categoria.

Justiniano informou que, em visita ao bairro George Américo, moradores relataram que não reclamam do transporte coletivo urbano, porque “cerca de 40 carros ligeirinhos”, que fazem o transporte clandestino, pegam os passageiros nos pontos de ônibus, antes dos carros legalizados.

Ele ressaltou que existe uma empresa responsável para combater o transporte clandestino, que recebe mensalmente da Prefeitura cerca de R$ 40 mil. “Eu não vejo ação dessa empresa na cidade de Feira de Santana, porque o ‘ligeirinho’ tomou conta e está interferindo no sistema de transporte do nosso município”, afirmou.

Conforme o vereador Marialvo Barreto, “o ônibus da Princesinha,  quando chega na praça do George Américo, só é permitido abrir a porta para entrada de passageiros quando o ‘ligeirinho’ sair  do local cheio”. Se o motorista do ônibus abrir a porta antes, ele corre risco de morte”.

Danificação de ponte atrapalha o trânsito em rua do Santo Antônio dos Prazeres 

Uma ponte danificada situada em um canal de esgoto na rua Caturama, no bairro Santo Antônio dos Prazeres, em Feira de Santana, está dificultando a circulação de veículos e pedestres, segundo o vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha.

Ele afirmou, em pronunciamento na Câmara, que a comunidade   já vez várias reivindicações à Prefeitura para resolver o problema, mas não logrou êxito.

Lulinha também reclamou da sujeira e do mato que toma conta do referido canal. Segundo o vereador, a Secretaria de Serviços Públicos só realizou limpeza naquele local na gestão do prefeito José Ronaldo.

Em aparte, o presidente do Legislativo feirense, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, confirmou a situação precária do canal de esgoto que divide o bairro Santo Antônio dos Prazeres com o bairro Conceição.

“Eu, inclusive, conheço muito aquilo ali. Naquela rua que dá acesso ao bairro Conceição, próximo a uma igreja evangélica,  existe uma ponte que foi feita por este vereador, porque o pessoal transitava por cima de um pedaço de madeira e sempre corria risco ao atravessar”, salientou Ribeiro.

Estrela de vídeo sobre Feira, Daniela Mercury deverá ser homenageada pela Câmara 

A cantora baiana Daniela Mercury receberá uma moção de congratulações pela homenagem a cidade de Feira de Santana feita através do seu mais novo vídeo com clipe musical “Santana dos Olhos D’água”. O autor da iniciativa é o vereador Justiniano França.

Ele pretende ir além ao reconhecimento. Anunciou que apresentará um projeto de Decreto Legislativo propondo a outorga da Comenda Maria Quitéria para a artista, considerada rainha do axé music.

Ele disse que o vídeo estrelado por Daniela traz em seu elenco artistas como a filha da referida cantora, a bailarina Giovana Povoas, Jorge Santos, Diogo Watanabe, Carla Verena, Cristiane Lacerda, Michele Lisboa, André Ortins, Fernando Ishiduji, Evele Louize, Ana Brito, Clarissa Gonçalves, Clara Brites, Jessi, Monique Gisele, Marina Barbosa e Julia Assis.

“Através deste vídeo a cantora divulga a nossa cidade, não só para a Bahia, mas para o mundo todo. Diante do exposto, nada mais nobre, justo e oportuno que a edilidade desta Casa homenageie a Daniela Mercury por tão relevante ação em prol de Feira de Santana”, justificou.

Justiniano salientou que, além desta moção de congratulações, irá propor uma comenda para a cantora Daniela Mercury “por este ato que enaltece a cidade de Feira de Santana”, afirmou, em discurso na sessão legislativa desta quarta-feira (20).

Candidatos à Câmara devem compreender as coligações proporcionais, orienta Maurício

O líder do Governo na Câmara de Feira de Santana, Maurício Carvalho, analisou, na sessão desta quarta-feira (20), a reclamação de vereadores do Democratas quanto à coligação proporcional que o partido encabeça junto ao PTN, com possibilidade de ser ampliada.

Vereadores do DEM se queixam de que a coligação  dificulta a eleição deles, visto que terão de concorrer com colegas do PTN eleitoralmente muito fortes e que fazem contam com apoio da máquina municipal, uma vez que fazem parte da bancada do prefeito Tarcízio Pimenta.

No entendimento de Maurício, é preciso que os vereadores do  DEM sejam mais solidários em relação às alianças obtidas pelo candidato a prefeito de Feira, José Ronaldo (DEM).

“No momento em que se buscam alianças para a majoritária, tentando ganhar no primeiro turno as eleições, o apoio e os discursos são unanimes. Por outro lado, tenta-se colocar o ex-prefeito José Ronaldo em situação delicada sob alegação de que não aceitam de hipótese alguma qualquer tipo de coligação proporcional”, observa Maurício.

O vereador diz que ele próprio, integrante do PR, estará disputando a reeleição em coligação com o PRB, com candidato forte da Igreja Universal, e com o PDT, que deve abrigar o filho do presidente da Câmara, também candidato de peso.

No entanto, afirma, não se lamenta por este fato: “Entendo que o prefeito Tarcízio Pimenta está buscando construir uma aliança forte visando sua reeleição. Quanto a minha candidatura, se for da vontade de Deus, será vitoriosa; do contrário, partirei para outras missões”.

Vereador diz que governo da Bahia “mente” sobre salário do professor 

De posse de contra-cheque de um professor da rede estadual, o vereador Ewerton Carneiro – Tom, afirmou, em discurso na sessão de hoje (20) da Câmara Municipal, que o governo da Bahia “mente” ao divulgar que toda a classe recebe um salário maior que o estabelecido pelo Piso Nacional da categoria.

Os professores das escolas estaduais estão em greve há mais de dois meses, reivindicando a aplicação do reajuste de 22% recomendado pelo Governo Federal.

“Estive em reunião com alguns professores da rede estadual. Trouxe o contra-cheque de um deles. O Estado divulga que a Bahia paga acima do piso nacional dos professores. Uma mentira”, disse ele.

O vereador ressaltou que a greve já está entrando  no terceiro mês e o salário deve continuar cortado.

Disse que a Bahia está sendo divulgada nacionalmente de forma negativa, com clipe de estudantes protestando, que repercute em todo o país via internet e na televisão. No vídeo, uma aluna diz que queria que o filho do governador estivesse em seu lugar, na rede pública.

“Excrescência, falta de vergonha e de compromisso”, ataca Tom. Ele lamenta que “em pleno período de festejos juninos, professores estejam passando necessidade”.

Enquanto isso, provoca, “tem  candidato a prefeito que diz que a greve não vai atingi-lo”.  E continuou: “Antes ele defendia greve, estendia sua bandeira. Agora, nenhuma ajuda aos professores”.

Afirmou que o nome do candidato foi “colocado na tora” e que se a escolha fosse dos militantes do partido, o ex-deputado Sérgio Carneiro seria o preferido.

Em sua opinião, as obras que estão sendo anunciadas pelo Estado, em Feira de Santana, são “políticas, como o Hospital da Criança, que funciona com 20% de sua capacidade”.

“A população não pode ser penalizada”, afirma presidente da Câmara, sobre impasse com motoristas de vans 

A paralisação dos motoristas de vans, veículos que alimentam o Sistema de Transporte Integrado de Feira de Santana, foi um dos principais assuntos desta quarta-feira (20) na Câmara Municipal. O presidente da Casa, Antônio Francisco Neto – Ribeiro, lamentou o fato e fez uma advertência.

“A população não pode ser penalizada com um impasse  existente entre a Prefeitura e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano (Sincol)”, disse ele.

Ribeiro se refere a um suposto acordo mencionado pelo colega Justiniano França, entre Prefeitura e Sincol, referente à remuneração do serviço prestado pelos profissionais das vans.

Segundo relatou Justiniano, o acordo prevê  que a Prefeitura teria que pagar as vans com recurso proveniente da compra de vale-transporte para o funcionalismo, pela Prefeitura. “Há uma queixa das empresas de que a cada dia que passa cai a arrecadação”, observa.

Na manhã de hoje, cerca de 50 vans alimentadoras ficaram paradas em frente à Prefeitura Municipal, comprometendo o transporte de passageiros na cidade. Centenas de pessoas ficaram sem transporte para levá-las às estações de transbordos Norte e Sul.

Apreensão de veículos da zona rural: “prefeito sabia de tudo e é cúmplice do secretário”, afirma Marialvo 

A fiscalização feita no transporte coletivo rural, por parte da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), foi alvo de discurso do vereador Marialvo Barreto, na sessão legislativa desta terça-feira (19).

Marialvo disse que a vistoria dos veículos deveria obedecer a uma escala, com rodízio de placas. “Dia tal, placa número 1, dia tal, placa número 2 e assim por diante”, para não parar o sistema de transporte da zona rural.

“Fizeram uma apreensão extemporânea, sem dar prazo. Como é que um secretário inviabiliza o transporte rural sábado, domingo e segunda-feira e o prefeito não o demite?”, questionou, salientando que o comércio do município ficou bastante prejudicado.

Em sua avaliação, o prefeito Tarcízio Pimenta foi cúmplice do secretário de Transporte e Trânsito, Flailton Frankles, no que tange a fiscalização e apreensão de veículos que transportam passageiros da zona rural.  “Eu queria que a Polícia Federal colocasse escuta na SMTT para descobrir os escândalos”.

Marialvo ressaltou que se fosse prefeito daria exemplo, exonerando o referido secretário. “A máquina pública tem que funcionar em benefício do povo e não em perseguição ao povo”.

Na sequência, ele afirmou que o estado de conservação de alguns ônibus da Princesinha (empresa de transporte coletivo urbano de Feira de Santana) “é mil vezes pior” do que os veículos que compõem o modal de transporte a Título Precário – ZR, retidos no Parque de Exposições João Martins da Silva.

“Tem ônibus no Parque de Exposições que se colocar na linha do Conjunto Feira X, o povo vai adorar, porque vai se livrar do ônibus velho da Princesinha”, observa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110945 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]