Deputado Zé Neto fala sobre evento do PT que apresenta pré-candidatura, e diz que vitória representa alinhamento petista de projeto no âmbito nacional e estadual

Zé Neto: "Nós temos um projeto no país, que aqui no estado já está encaminhado e vai caminhando para que a cada dia nos municípios cada dia sejam ampliados. Feira está nessa fita, cuidar mais, de quem mais precisa, é o que nós estamos fazendo aqui, hoje, com a inclusão social do Vida Melhor."
Zé Neto: "Nós temos um projeto no país, que aqui no estado já está encaminhado e vai caminhando para que a cada dia nos municípios cada dia sejam ampliados. Feira está nessa fita, cuidar mais, de quem mais precisa, é o que nós estamos fazendo aqui, hoje, com a inclusão social do Vida Melhor."
Zé Neto: "Nós temos um projeto no país, que aqui no estado já está encaminhado e vai caminhando para que a cada dia nos municípios cada dia sejam ampliados. Feira está nessa fita, cuidar mais, de quem mais precisa, é o que nós estamos fazendo aqui, hoje, com a inclusão social do Vida Melhor."
Zé Neto: "Nós temos um projeto no país, que aqui no estado já está encaminhado e vai caminhando para que a cada dia nos municípios cada dia sejam ampliados. Feira está nessa fita, cuidar mais, de quem mais precisa, é o que nós estamos fazendo aqui, hoje, com a inclusão social do Vida Melhor."

Na tarde de ontem (15/06/2012), o deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, José Cerqueira Neto (Zé Neto), durante a solenidade de entrega da unidade de Inclusão Socioprodutiva Portal do Sertão, concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Carlos Augusto, diretor do Jornal Grande Bahia. Oportunidade em que comenta sobre o evento que ocorre hoje, a partir da 14 horas, no JR Eventos, em Feira de Santana, que objetiva apresentar os pré-candidatos do Partido dos Trabalhadores.

Neto fala em alinhamento político de projeto, defende o programa de desenvolvimento do PT, e ao citar o ex-presidente Lula, lembra que o país saiu da 12º maior economia do mundo para 6º maior. Destacando que este processo de crescimento se deu em um contexto de inclusão social sem precedentes na história.

Confira a entrevista

Jornal Grande Bahia – Hoje, mais um processo na sua caminhada com o objetivo de conquistar a prefeitura de Feira de Santana?

Zé Neto – Um passo decisivo, unidade no partido, unidade na composição e isso para mim é que é importante. Eu estou, graças a Deus, caminhando para montar um time focado e harmônico. O PT está com 100% do diretório, 100% da executiva e isso é um sonho, porque você lembra que nunca conseguimos essa unidade nessa dimensão. Eu acho que é um passo muito importante, mas é na convenção final no dia 29 que vamos trabalhar o lançamento da candidatura, amanhã por enquanto ainda é o lançamento do PT, da candidatura do PT e sou ainda por enquanto pré-candidato, dia 29 vai ser uma convenção que vai deixar uma marca na memória de Feira.

JGB – A expectativa é que o senhor possa contar com quantos partidos além do PT?

Zé Neto – Prefiro não entrar nessa ceara ainda, porque a semana que vem é muito conturbada e cheia de novidades.

JGB – O senhor, no seu discurso, tem falado muito no ex-presidente Lula e no governo do Estado. O senhor pretende alinhar o seu projeto de campanha nesse governos?

Zé Neto – Nós temos um projeto no país, que aqui no estado já está encaminhado e vai caminhando para que a cada dia nos municípios cada dia sejam ampliados. Feira está nessa fita, cuidar mais, de quem mais precisa, é o que nós estamos fazendo aqui, hoje, com a inclusão social do Vida Melhor, esse projeto de cuidar de pessoas, da infraestrutura, da economia, do diálogo, da modernização, enfim, é um projeto que nós vamos seguir, e vamos juntos como sempre fomos, no rumo da nossa história, e nós do PT mais ainda, que foi onde tudo começou. Foi com o presidente Lula que vencendo as eleições em 2002 mudou o cenário do Brasil, que hoje a gente sai de 12º para 6º país do mundo, dando exemplos claros de mudanças significativas na vida das pessoas.

Claro que é um trajeto, nós não temos nenhum condão, para fazer com que as coisas aconteçam feitas mágicas. Mas estamos caminhando, seguros do tamanho do cobertor, da tarefa, da passada e principalmente da responsabilidade de estar conduzindo esta história como gestores no país, no estado. Se Deus quiser, também vai ser aqui em Feira essa vitória, vai trazer mais unidade para esse projeto no nível municipal.

JGB – Ser líder do governo lhe amadureceu para uma futura administração?

Zé Neto – Ser líder do governo sempre da à gente não só maturidade, mas da acima de tudo capacidade de entender a política por dentro. Tem hora que é extremamente oneroso ser líder, mas lhe dá a condição também de aprender a decidi. Político que não decide, que não se arrisca, que se esconde, que não assume os ônus de estar no poder, é político que não tem capacidade de gerenciar, nem de melhorar as coisas. Tem horas que tem dificuldades, mas que são próprias do processo da política, da construção. Para mim foi muito bom e estou sempre agradecendo ao governador Wagner a oportunidade.

Leia +

PT realiza Encontro Municipal em Feira de Santana para definição de candidaturas

Jaques Wagner inaugura Unidade de Inclusão Sócioprodutiva Portal do Sertão, em Feira de Santana, nesta sexta-feira (15/06)

Chefe da Casa Civil, Rui Costa comenta sobre eleições 2012, projeto do PT para Feira de Santana, movimento sindical, investimentos federais na Bahia e CPMI do Cachoeira. Confira a entrevista

Confira o áudio da entrevista

[audio:http://cdn.jornalgrandebahia.com.br/2012/06/Zé-Neto-Entrevista.mp3|titles=Zé Neto – Entrevista concedida ao jornalista Carlos Augusto.]
Sobre Carlos Augusto 9516 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).