Bahia ganha fábrica de torres para produção de energia eólica, diz Governo Wagner

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Reunião do Governador Jaques Wagner com dirigentes do Grupo Torres Heólicas do Brasil. Estavam presentes na reunião Jaques Wagner, Governador da Bahia, James Correia, Sicm, Rafael Valverde, secretário executivo da câmara produtiva de energia, Orlando Alonso, presidente da Windar, Alvaro Carrascosa, CEO Brasil, Jose Ramos, Sérgio tourinho, advogado e Virginia Nery, advogada.
Reunião do Governador Jaques Wagner com dirigentes do Grupo Torres Heólicas do Brasil. Estavam presentes na reunião Jaques Wagner, Governador da Bahia, James Correia, Sicm, Rafael Valverde, secretário executivo da câmara produtiva de energia, Orlando Alonso, presidente da Windar, Alvaro Carrascosa, CEO Brasil, Jose Ramos, Sérgio tourinho, advogado e Virginia Nery, advogada.

A Torrebras, empresa do grupo espanhol Windar, irá instalar na Bahia uma fábrica de torres para a produção de energia eólica. O projeto de investimento foi apresentado sexta ao governador Jaques Wagner, ao secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, e ao secretário executivo da Câmara Transversal de Energia da Bahia, Rafael Valverde, durante encontro na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Serão investidos R$ 25 milhões na construção da unidade, que ficará num terreno de 120 mil metros quadrados, em Camaçari, e terá capacidade para produzir 220 torres/ano. O empreendimento está na fase de terraplenagem e, no dia 15 (06/2012), as obras começam.

Em outubro, a fábrica será inaugurada, devendo produzir as primeiras torres em dezembro. A previsão é de que sejam gerados 500 empregos na fase de construção e 300 após o início da operação.

Ampliação

De acordo com o diretor da Torrebras, Álvaro Carrascosa, já está prevista uma ampliação para o primeiro semestre de 2013, que deve dobrar a capacidade de produção. “Este é o primeiro projeto da empresa no Brasil. Vamos atender ao mercado brasileiro, em especial o Nordeste, e, na segunda etapa, com a capacidade dobrada, o mercado internacional”. A Windar também possui unidades de produção na Espanha e na Índia.

O Governo do Estado apoia o empreendimento, com a cessão do terreno, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), auxílio na aprovação do projeto e concessão de licenças necessárias à implantação. “Viemos aqui, hoje (sexta), apresentar o projeto e agradecer o apoio do governo da Bahia, que tem sido muito importante nesta fase. Recebemos o terreno legalizado e a implantação do projeto está aprovada”, explicou Carrascosa.

Com um grande potencial eólico, a Bahia tem hoje 57 projetos aprovados nessa área. Segundo Rafael Valverde, os primeiros 18 ficarão prontos para operação em julho deste ano. Ao todo, são 1.600 megawats, o que equivale a quase 15% dos projetos que a Bahia tem instalados para geração de energia. O estado ainda tem dez vezes isso como potencial.

Estado se destaca na atração de indústrias de equipamentos

A Bahia tem potencial eólico e se consolida como principal polo nacional na fabricação de equipamentos usados na geração de energia a partir da força do vento, que necessita de três estruturas – torres de sustentação, naceles (geradores que ficam em cima das torres) e pás (são ligadas à nacele e movem os geradores com a força dos ventos).

O estado tem duas fábricas de naceles – a Gamesa e a Alston. Além dessas, a GE tem protocolo de intenções assinado para instalação de uma unidade e está na fase de entrega de documentos destinados ao requerimento de área junto à Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic).

A instalação da Torrebras e a chegada de um fabricante de pás, prevista para ser anunciada ainda este mês, fecham a cadeia produtiva e abrem espaço para outros empreendimentos na área.

O secretário James Correia disse que o Estado agora vai buscar ampliar a cadeia produtiva, com empresas de componentes eletrônicos, quadros, transformadores e laminadoras de aço.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112929 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]