Projeto Águas do Sertão beneficia mais de 82 mil pessoas na Bahia

Governador Jaques Wagner inaugura em Cícero Dantas, primeira fase do Projeto Águas do Sertão.
Governador Jaques Wagner inaugura em Cícero Dantas, primeira fase do Projeto Águas do Sertão.
Governador Jaques Wagner inaugura em Cícero Dantas, primeira fase do Projeto Águas do Sertão.
Governador Jaques Wagner inaugura em Cícero Dantas, primeira fase do Projeto Águas do Sertão.

As obras da primeira fase do Projeto Águas do Sertão foram concluídas pela Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) e foram inauguradas, neste sábado (05/05/2012), pelo governador Jaques Wagner, em Cícero Dantas, a 300 km de Salvador, no nordeste da Bahia.

O Águas do Sertão aproveita o grande potencial hídrico subterrâneo do Aquífero Tucano, avançando na universalização da oferta de água nas sedes municipais de Cícero Dantas, Fátima, Heliópolis, Paripiranga e 22 povoados, beneficiando 82.932 habitantes, com investimentos de R$ 78,4 milhões.

Nesta fase, foram perfurados quatro poços tubulares profundos e implantados 142,8 quilômetros de adutora. Foram construídas seis estações elevatórias, duas com equipamentos de alta potência, além de sistema de tratamento com seis casas de química e quatro casas de cloração, 100,6 quilômetros de rede de distribuição e sistema de reservação, composto de reservatórios de até três milhões de litros de água.

Sobre Carlos Augusto 9516 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).