Prefeituras já podem retirar alimentos na sede da CONAB de Irecê

O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do comitê, Rui Costa, definiu que o agendamento com as prefeituras ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia (Sedes).
O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do comitê, Rui Costa, definiu que o agendamento com as prefeituras ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia (Sedes).
O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do comitê, Rui Costa, definiu que o agendamento com as prefeituras ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia (Sedes).
O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do comitê, Rui Costa, definiu que o agendamento com as prefeituras ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia (Sedes).

A partir desta quarta-feira (16/05/2012), as 2 mil toneladas de feijão e 1 mil toneladas de arroz disponíveis na sede da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de Irecê poderão ser retiradas pelas prefeituras dos municípios afetados pela estiagem. A informação foi confirmada nesta terça (15), durante reunião do Comitê Estadual para Ações de Convivência com os Efeitos da Seca, no auditório da Casa Civil da Bahia.

O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do comitê, Rui Costa, definiu que o agendamento com as prefeituras ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia (Sedes).

Foi anunciada ainda a liberação de 73 mil vales cestas – dos 130 mil que serão distribuídos até o dia 29 de maio -, que já estão disponíveis nas agências do Banco do Brasil dos municípios para a retirada dos prefeitos. A distribuição deve ser feita com a colaboração da sociedade civil e as famílias poderão retirar a cesta-básica na chamada Cesta do Povo. O Governo do Estado está entrando em contato com as prefeituras selecionadas em cada etapa. A expectativa é que a retirada e a entrega às famílias ganhem mais celeridade.

Outro ponto abordado foi o repasse de R$ 10 milhões, disponibilizados pelo Ministério da Integração, para a contratação de carros-pipas nos municípios, por meio da Coordenação de Defesa Civil do Estado (Cordec) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car). Segundo a Car, 65 prefeituras assinaram o convênio até a tarde desta terça-feira (15/05/2012).

Captação de recursos – O secretário da Casa Civil ressaltou a solicitação do Governo da Bahia feita ontem ao governo federal, quando projetos hídricos – que somam um montante de R$ 900 milhões – foram apresentados pelo governador Jaques Wagner à ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Pedra do Cavalo – O Governo do Estado conseguiu reduzir de 10 mil litros para 6 mil litros de água por segundo a vazão ecológica na barragem de Pedra do Cavalo, através do controle do uso para geração de energia elétrica. A Secretaria do Meio Ambiente está realizando também ação de fiscalização no entorno da Pedra do Cavalo, priorizando o uso da água para consumo humano, de forma a garantir o abastecimento na região metropolitana de Salvador.

 

Sobre Carlos Augusto 9458 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).