Grande Marcha da Agricultura Familiar fecha pedágio em Salvador

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Na manhã desta terça-feira (22/05/2012), a I Marcha da Agricultura Familiar realizou sua primeira grande manifestação. Coordenada pelo Fórum Baiano da Agricultura Familiar e Reforma Agrária (FBAF), o movimento, de cunho independente, tomou grande parte da BR 324 – estrada que liga Feira de Santana a Salvador, próximo a de Simões Filho – fechando durante uma hora o pedágio que dá acesso à capital baiana.

Durante a paralisação do pedágio, os agricultores distribuíram panfletos que explicavam as principais motivações do ato, levando à cabo uma das metas principais do movimento, que é sensibilizar a sociedade baiana sobre a necessidade um novo modelo de desenvolvimento solidário e cooperativo que englobe as comunidades tradicionais, quilombolas, indígenas e assentados da reforma agrária do Estado.

O pedágio somente foi reaberto após a liberação da travessia gratuita dos veículos. Segundo os coordenadores do Movimento, essa liberação “foi fruto da negociação e da iniciativa” dos próprios agricultores familiares.

Dessa primeira atividade de mobilização participaram cerca de 1500 agricultores familiares de todos os Territórios da Bahia. Porém, a expectativa é que, durante o dia, a Marcha ganhe ainda mais corpo e chegue a mobilizar 3000 agricultores familiares de todo o Estado, seguindo em caminhada até o Centro Administrativo da Bahia (CAB) , aonde os manifestantes acamparão em frente à Assembleia Legislativa para iniciar as negociações com o Governo.

Reivindicações 

A principal meta da marcha é negociar com o Governo baiano a pauta de reivindicações do FBAF para 2012 e propor a elaboração e execução de um plano de desenvolvimento rural sustentável, que garanta a convivência com os biomas semiárido, cerrado e mata atlântica – tudo isso com geração de empregos e maiores investimentos nas pequenas propriedades e empreendimentos da agricultura familiar e economia solidária na Bahia.

Dentro dessa pauta reivindicatória, o FBAF destaca a importância da criação da Secretaria Estadual de Agricultura Familiar e Reforma Agrária para construir um modelo de desenvolvimento sustentável e solidário para a Bahia; assim como a necessidade da ampliação dos investimentos na reforma agrária; a celeridade nos processos de titularidade de terras – inclusive dos povos e comunidades tradicionais -; o fim da criminalização das ONGs e entidades sociais; segurança no campo e maior destinação de recursos para pesquisas e tecnologias adequadas para o desenvolvimento da agricultura familiar.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112953 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]