Governo do Estado abre licitação para construção de frigoríficos em nove cidades baianas

O Governo da Bahia vai contratar, através de processo de licitação, empresas para a construção de entrepostos frigoríficos para 30 animais. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
O Governo da Bahia vai contratar, através de processo de licitação, empresas para a construção de entrepostos frigoríficos para 30 animais. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
O Governo da Bahia vai contratar, através de processo de licitação, empresas para a construção de entrepostos frigoríficos para 30 animais. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
O Governo da Bahia vai contratar, através de processo de licitação, empresas para a construção de entrepostos frigoríficos para 30 animais. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

O Governo da Bahia, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), vai contratar, através de processo de licitação, empresas para a construção de entrepostos frigoríficos para 30 animais nos municípios de Medeiros Neto, Itanhem, Iguaí, Araci, Valente, Itaberaba, Barra, Santa Rita e Paramirim.

O aviso de licitação, publicado nesta quinta-feira (10/05/2012) no Diário Oficial da Bahia, é resultado do Projeto de Implantação de Entrepostos Frigoríficos que visa combater o abate clandestino e assegurar a segurança alimentar à população.

O projeto, implantado pela Secretaria Estadual da Agricultura e Irrigação (Seagri) por meio da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), é fruto das discussões na Câmara Setorial da Carne de Bovinos, com a qual o deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), tem contribuído na busca do fortalecimento da defesa agropecuária e do abate inspecionado.

Entrepostos 

Os entreposto frigoríficos são estruturas modulares, com capacidade para 30, 50 e 100 carcaças, que serão instaladas junto aos centros comerciais dos municípios, onde funcionam boxes para comercialização de carnes. As carcaças saem dos frigoríficos e vão para os entrepostos, dotados de equipamentos em inox, onde será feita a desossa. Ainda nessa estrutura, uma pequena câmara frigorífica acoplada será utilizada para os miúdos.

As instalações são material pré-fabricado e de rápida montagem, com previsão de conclusão em prazo máximo de 60 dias. Depois de trabalhada no entreposto, a carne é levada para os balcões frigoríficos instalados nos boxes dos centros comerciais, equipados com serrafita e balança, formando um módulo que dá a concepção final à cadeia da carne. Isso garante a segurança alimentar a toda a população, que não correrá o risco de sofrer com doenças que podem causar a morte, principalmente de crianças. Os custos de implantação variam de R$ 285 mil para a menor, a R$ 320 mil para a de médio porte, e de R$ 538 mil para a maior.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108004 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]