Equipamento adaptado para deficientes será obrigatório em academias de Feira de Santana. Confira debates da CMFS

A matéria de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha, segue agora para a apreciação do Poder Executivo.
A matéria de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha, segue agora para a apreciação do Poder Executivo.
A matéria de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha, segue agora para a apreciação do Poder Executivo.
A matéria de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha, segue agora para a apreciação do Poder Executivo.

Equipamento adaptado para deficientes será obrigatório em academias

A instalação de aparelhos de ginástica e condicionamento físico adaptados às pessoas portadoras de deficiências vai passar a ser obrigatório, nas academias de musculação em Feira de Santana.

É o que determina projeto de lei aprovado em segunda e última votação pela Câmara Municipal.  A matéria de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha, segue agora para a apreciação do Poder Executivo, para que seja sancionado.

De acordo com a proposta, os aparelhos especiais deverão ser instalados nas academias que possuam alvará de funcionamento expedido pelo Município e que já possuam área reservada para a prática de exercícios.

Também será obrigatória a construção de rampas no interior e na área externa das academias, possibilitando maior acessibilidade para os usuários.

O artigo 4° do projeto obriga a fixação de aviso e placas informando que naquele espaço existem aparelhos voltados especialmente para pessoas com deficiência física e que seu uso é de exclusividade para esses clientes.

Jovem Aprendiz terá data comemorativa 

Feira de Santana terá, anualmente, uma data dedicada ao jovem aprendiz. É o que prevê projeto de lei aprovado em segunda votação pela Câmara Municipal. A proposta é de autoria da vereadora Gerusa Sampaio.

Aprovada por unanimidade dos presentes, a proposta inclui no calendário oficial do município o “Dia do Jovem Aprendiz”, que será comemorado sempre no dia 11 de agosto.

De acordo com a autora, a proposta surgiu a pedido dos próprios jovens, que destacaram a existência de um dia de comemoração para todas as profissões.

“O jovem aprendiz precisa ser reconhecido. Ele ingressa na empresa por almejar o primeiro emprego. Muitos conseguem se destacar e passam a ocupar altos cargos nas empresas que os recrutam”, afirmou.

Criação de agência pelo Estado é para abrigar “ex-carlistas”, diz vereador

A proposta de criação da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), pelo Governo do Estado, é alvo de críticas por parte do vereador Luiz Augusto.

 “O governador reclama que não tem verba para aumentar o salário dos professores da rede pública de ensino, mas tem dinheiro para criar uma nova autarquia”, afirmou o vereador.

De acordo com o Diário Oficial do Estado de terça-feira (29), o vice-governador Otto Alencar solicitou a aprovação, em regime de urgência, da proposta de criação da Agersa. A autarquia será vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia.

“Tudo indica que essa Agência Reguladora de Saneamento Básico vai ser criada para empregar os ‘ex-carlistas’, que os petistas tanto criticavam e os chamavam de ladrões”, disse.

Lulinha fez a leitura de uma matéria que trata do assunto, publicada no site  Acorda Cidade, sob o título “vice-governador nega que Agersa será criada para abrigar PR”. “No texto, Alencar opina: ‘Se vier para o governo, é um bom reforço”.

Reguladora de saneamento básico segue tendência nacional, afirma Angelo 

A Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia segue uma tendência nacional de implementação de um novo plano de saneamento básico, analisa o vereador Angelo Almeida.

O esclarecimento foi feito a propósito de discurso do vereador Lulinha, que criticou a possível criação da Agência, alegando que seria uma forma de “abrigar ex-carlistas” no Governo Wagner.

Segundo o petista, a Agência tem que estar implantada em cidades e estados do país até o ano de 2020. “O Governo Estadual tem responsabilidade; estamos implantando o maior programa de saneamento básico que já foi visto na história deste país. E Feira de Santana é protagonista desse programa”, afirmou.

Ele argumentou que quando o Governo do Estado encaminha a criação da Agência Reguladora de Saneamento Básico, está se ajustando, “assim como o município de Feira de Santana também procura se adequar”.

Para ele, não procede a ideia de que se trata de questão eleitoreira. “Atende a um programa nacional. O governo Wagner tem ainda dois anos e meio para ampliar e seguir com suas políticas públicas”, afirmou.

Pavimentação em rua castigada pela lama, em Humildes 

Local bastante castigado em período de chuva, com lamaçal que se forma em torno das residências, a rua Sítio do Meio, que fica em frente ao Posto Coqueiro, no anel de contorno da BR 101, em Humildes, recebeu uma importante obra de infra-estrutura, de acordo com o vereador José Marques de Messias – Zé Curuca.

A pavimentação foi inaugurada na terça-feira (29/05/20102), pelo prefeito Tarcízio Pimenta, que esteve acompanhado de secretários. O vereador Zé Curuca, que durante todo o seu mandato lutou pela obra, esteve presente, festejando com a comunidade.

“Os moradores da rua Sítio do Meio sofreram por vários anos com a lama que tomava conta do local em dia de chuva”, disse o vereador, em discurso na Câmara Municipal, quando agradeceu ao chefe do Executivo pela intervenção. “Tarcízio honrou compromisso que fez conosco e com a comunidade”.

No ato público, conforme a assessoria do vereador, o prefeito assinou aditivo para ampliar a pavimentação, beneficiando toda a extensão da rua Sítio Novo.

Sobre Carlos Augusto 9514 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).