Durante Conversa com Governador, Jaques Wagner destaca projeto de R$ 3 bilhões para desenvolvimento da Bahia e do Nordeste

Edmundo Filho entrevista o governador Jaques Wagner sobre ações governamentais. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Edmundo Filho entrevista o governador Jaques Wagner sobre ações governamentais. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Edmundo Filho entrevista o governador Jaques Wagner sobre ações governamentais.
Edmundo Filho entrevista o governador Jaques Wagner sobre ações governamentais. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) – Jornal Grande Bahia)

A execução de ações na Bahia e demais estados do Nordeste, envolvendo financiamentos de aproximadamente R$ 3 bilhões, a partir de parceria entre o Banco do Nordeste (BNB) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além de assuntos como a Lei de Acesso à Informação e o desembarque, nesta segunda-feira (21/05/2012), em Salvador, de mil veículos fabricados pela JAC Motors, são destacados pelo governador Jaques Wagner no programa de rádio desta terça-feira (22).

“Todos sabemos que o Nordeste vem crescendo acima da média nacional. Esse dinheiro estará voltado para programas de logística e de melhoria da infraestrutura e vai capacitar cada vez mais os nove estados nordestinos para receberem novos investimentos, gerarem mais emprego e melhorarem a vida da nossa gente,” afirma Wagner.

Ele participou na última sexta-feira, em Fortaleza, de uma reunião dos governadores nordestinos com os presidentes dos dois bancos, e diz que os programas apresentados pelas instituições, contemplarão a Bahia e demais estados nordestino, estruturando a região para o desenvolvimento.

Com isso, segundo Wagner, o Nordeste estará capacitado a captar novos empreendimentos nacionais e estrangeiros, “que queiram desfrutar da boa qualidade da nossa mão de obra e de um mercado consumidor, que aumenta cada vez mais”.

Direito do cidadão – O governador fala também da nova Lei da Informação Pública, sancionada pela presidente Dilma Rousseff na quarta-feira da semana passada. Ele participou da cerimônia e diz que o mundo moderno exige do poder público mais transparência em relação ao cidadão. “O acesso à informação pública é um direito da população”.

Para o governador, a nova lei vai permitir maior acesso às informações para, entre outras coisas, combater a corrupção. Afirma que ao assumir o governo em 2007 liberou senhas para os deputados estaduais acompanharem a execução orçamentária e o gasto do dinheiro público. “Agora, estamos aprofundando esse processo”, diz, salientando o programa Transparência Bahia, onde muitas dessas informações exigidas pela atual lei já estão disponibilizadas na internet. “Essa é a forma de prestação de contas de governos democráticos perante à população”.

O governador pontua ainda a sua participação na instalação da Comissão da Verdade, no mesmo ato, que contou com a presença dos ex-presidentes Lula, Fernando Henrique Cardoso, José Sarney e Fernando Collor de Melo. Wagner destaca a importância da iniciativa, que desfaz qualquer caráter revanchista e afirma que o objetivo é dizer aos atuais e futuros jovens “o que se passou no Brasil, e o que a gente não quer que volte nunca mais – o período antes de 1946 e depois de 1964, de ausência da democracia”.

Dia da África – No programa Wagner parabeniza o povo africano pela comemoração do Dia da África (25 de maio) e fala da política do governo estadual pela promoção da igualdade racial. Destaca também a contribuição do povo africano para o desenvolvimento econômico e social da Bahia e do Brasil e ressalta a influência religiosa e cultural, especialmente para Salvador, a cidade mais africana fora da África.

O programa Conversa com o Governador é produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Governo da Bahia e veiculado pela Rádio Educadora FM 107,5 Mhz.

[audio:http://cdn.jornalgrandebahia.com.br/2012/05/Conversa-com-Governador-Jaques-Wagner-destaca-projeto-de-R-3-bilhões-para-desenvolvimento-da-Bahia-e-do-Nordeste.mp3|titles=Conversa com Governador – Jaques Wagner destaca projeto de R$ 3 bilhões para desenvolvimento da Bahia e do Nordeste]
Sobre Carlos Augusto 9507 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).