Deputado Targino Machado elogia Justiça baiana por devolver salários dos professores grevistas

Targino Machado: “Um ditador se instalou no Palácio de Ondina, eleito pela maioria esmagadora do povo da Bahia. Wagner se julga um rei". (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Targino Machado: “Um ditador se instalou no Palácio de Ondina, eleito pela maioria esmagadora do povo da Bahia. Wagner se julga um rei". (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Targino Machado: “Um ditador se instalou no Palácio de Ondina, eleito pela maioria esmagadora do povo da Bahia. Wagner se julga um rei". (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Targino Machado: “Um ditador se instalou no Palácio de Ondina, eleito pela maioria esmagadora do povo da Bahia. Wagner se julga um rei". (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

O deputado estadual Targino Machado elogiou nesta tarde de terça-feira (29/05/2012) a decisão da desembargadora Lícia de Castro Laranjeira, que emitiu liminar favorável ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), determinando que o governo do Estado faça o pagamento imediato dos salários dos meses de abril e maio dos professores estaduais, em greve há 49 dias.

“Tenho a convicção que as decisões judiciais precisam ser contemporâneas com os fatos e tradutoras de justiça, como foi essa da desembargadora Lícia de Castro Laranjeira. Essa decisão me devolve a esperança no último caminho recursal que nós temos, que é o Poder Judiciário, e me faz sonhar ainda com um Brasil possível de se viver”, disse.

De acordo com o parlamentar, o governador Jaques Wagner se transformou em um péssimo exemplo para o estado.

“Um ditador se instalou no Palácio de Ondina, eleito pela maioria esmagadora do povo da Bahia. Wagner se julga um rei, e mais do que isso: é o ditador que governa monocraticamente, passando por cima de todos os direitos. O pior é que Wagner, além de ditador, se transformou no farol sinalizador da truculência e malvadeza na Bahia. Aqui na Assembleia Legislativa da Bahia ele está fazendo escola e o seu rastro está sendo seguido por muitos deputados”, finalizou.

Sobre Carlos Augusto 9450 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).