Deputado federal Jutahy Júnior diz que governo omite verdade sobre caderneta de poupança

Jutahy Júnior: "Dizer que não há perda de rentabilidade é uma tentativa de manipular a informação dos mais simples, dos mais humildes".
Jutahy Júnior: "Dizer que não há perda de rentabilidade é uma tentativa de manipular a informação dos mais simples, dos mais humildes".
Jutahy Júnior: "Dizer que não há perda de rentabilidade é uma tentativa de manipular a informação dos mais simples, dos mais humildes".
Jutahy Júnior: "Dizer que não há perda de rentabilidade é uma tentativa de manipular a informação dos mais simples, dos mais humildes".

Na tarde desta segunda-feira (07/05/202), o deputado federal Jutahy Júnior (PSDB/BA) ocupou a tribuna da Câmara dos Deputados para criticar a presidente Dilma Rousseff pelas mudanças promovidas pelo seu governo na caderneta de poupança.

Ao iniciar o seu discurso, Jutahy Júnior disse que Dilma Rousseff, hoje, no programa Café com a Presidente, mentiu para o povo brasileiro. “Ouvi atentamente a gravação do que foi colocado naquele programa, e vou reproduzir aqui, para demonstrar que a Presidente não falou a verdade para todos brasileiros, principalmente direcionado para os pequenos poupadores do Brasil”, observou o deputado baiano ao pontuar trechos da entrevista da presidente.

“Dizer que não há perda de rentabilidade é uma tentativa de manipular a informação dos mais simples, dos mais humildes, porque o objetivo da medida provisória foi exatamente esse: não permitir que a caderneta de poupança tivesse uma rentabilidade maior do que a dos fundos de aplicação de renda fixa”, apontou o parlamentar.

Para Jutahy Júnior,  a presidente tem todo o direito de dizer e defender tecnicamente a medida que fez, porque existem defensores no mercado financeiro que acham que isso era necessário para baixar os juros, mas, jamais, poderia omitir a verdade a população. “Admito até que foi corajosa a atitude da Presidenta Dilma de fazer essa medida provisória. No entanto, não teve a coragem devida de falar ao público brasileiro e lhe dar explicações sobre a medida. Procurou o caminho mais fácil: o da manipulação e da mentira para enganar o pequeno poupador”, criticou.

O parlamentar afirmou que votará contra a Medida Provisória 567/12, que altera regras da poupança e vincula a rentabilidade da aplicação à flutuação da taxa básica de juros da economia, a taxa Selic.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9607 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).