Deputado estadual Targino Machado afirma: “Não estou à venda”

O deputado estadual Targino Machado afirma que, mesmo com a possível adesão do seu partido, o PSC, à base do governo estadual, ele continuará como oposicionista. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
O deputado estadual Targino Machado afirma que, mesmo com a possível adesão do seu partido, o PSC, à base do governo estadual, ele continuará como oposicionista. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
O deputado estadual Targino Machado afirma que, mesmo com a possível adesão do seu partido, o PSC, à base do governo estadual, ele continuará como oposicionista. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
O deputado estadual Targino Machado afirma que, mesmo com a possível adesão do seu partido, o PSC, à base do governo estadual, ele continuará como oposicionista. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

O deputado estadual Targino Machado afirmou nesta terça-feira (22/05/2012) que, mesmo com a possível adesão do seu partido, o PSC, à base do governo estadual, ele continuará como oposicionista até o fim do seu mandato.

“Esse é o governo cara de pau. Ele até poderá cooptar o PSC, dependendo do quanto queira investir, mas não vão conseguir comprar Targino Machado, porque não estou à venda. Estou aguardando o presidente do meu partido, pois não acredito que ele, com a envergadura política e estatura moral que ostenta, fará isso, virando as costas para o povo que confiou no PSC”, disse.

Para ele, se esta adesão se confirmar, duas serão suas opções: o PSC aceitar suas posições ou até mesmo deixar a legenda.

“Adesista não tem valor. Foram visitar o PSC em Brasília para oferecer cargos. Quem se vende não merece o dinheiro que recebe. Ninguém sai da oposição para o governo de graça. Tudo tem um preço, mas isso serve para muitos, não para Targino Machado. Não estou em prateleira para ser vendido. Tenho dois caminhos agora: o PSC aceitar minhas posições, coerentes com minhas ideias, ou me expulsar do partido. Não vou amenizar as críticas. Espero que o PSC não mude a sua condição política, descredenciando-se de seu ideário”, afirmou.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9321 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).