Cooperativa de Badameiros de Feira de Santana assinou convênio com o Governo do Estado

Deputado Zé Neto articulou apoio do Governo da Bahia à Cooperativa de Badameiros de Feira de Santana com objetivo de promover inclusão social. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Deputado Zé Neto articulou apoio do Governo da Bahia à Cooperativa de Badameiros de Feira de Santana com objetivo de promover inclusão social. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Deputado Zé Neto articulou apoio do Governo da Bahia à Cooperativa de Badameiros de Feira de Santana com objetivo de promover inclusão social. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)
Deputado Zé Neto articulou apoio do Governo da Bahia à Cooperativa de Badameiros de Feira de Santana com objetivo de promover inclusão social. (Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia)

Na tarde desta quinta-feira (10/05/2012) a COOBAFS (Coopperativa dos Badameiros de Feira de Santana) assinou convênio com o Governo do Estado através da CAR (Companhia de Ação Regional), em parceria com a SEDIR (Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional). O convênio visa a aquisição de um galpão para a melhoria das atividades de reciclagem que beneficiará cerca de 60 famílias diretamente. O ato foi realizado na Avenida João Durval, 3311 A, Caseb.

Há oito anos a sede dos badameiros da COOBAFS funciona no prédio da Empresa Baiana de Alimentos (EBAL), na Avenida João Durval. No entanto, em 2011 o local foi alvo de um processo judicial movido pelo Sindicato das Empresas de Vestuário (Sindivest), que queria a reintegração de posse, já que o prédio seria destinado para construção de um pólo de confecções, mas o projeto não foi concretizado.

Desde então, o deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa, Zé Neto (PT), vem buscando formas de viabilizar um local para que os badameiros exerçam dignamente o seu trabalho. “É preciso dar estrutura e condições para que a produção da COOBAFS funcione. Conseguimos, através do programa Vida Melhor, o recurso para a infraestrutura e produção e demos um passo definitivo na aquisição do terreno”, disse o parlamentar.

“Esse equipamento adquirido pela COOBAFS em convênio com o Estado e em parceria com o CIS [Centro Industrial do Subaé] dará um novo panorama para a política ambiental sustentável de gestão de resíduos recicláveis em Feira de Santana. A ideia é integrar no Recicla CIS as atividades da COOBAFS na gestão dos resíduos inorgânicos e, posteriormente, agregar outras associações na gestão dos resíduos orgânicos e produção de mudas e manejo de horto”, disse José Mercês Neto, diretor do CIS.

A COOBAFS foi criada em 05 de abril de 2003 por 21 badameiros. No final de 2003, a cooperativa iniciou uma parceria com a UEFS e, a partir de fevereiro de 2004, passou a integrar o projeto REDE CATABAHIA – que tem como objetivo organizar e fortalecer cooperativas de catadores nos municípios de Salvador, Feira de Santana, Jequié, Itapetinga, Itororó, Vitória da Conquista, Alagoinhas e Lauro de Freitas. Desde 2005 os trabalhos da COBAFS são desenvolvidos num galpão cedido pela EBAL (Empresa Baiana de Alimentos).

Sobre Carlos Augusto 9451 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).