Câmara argentina aprova nacionalização da YPF

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
A Câmara argentina aprovou na noite de ontem (03/05/2012) a nacionalização da companhia petrolífera YPF. | Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia
A Câmara argentina aprovou na noite de ontem (03/05/2012) a nacionalização da companhia petrolífera YPF. | Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia
A Câmara argentina aprovou na noite de ontem (03/05/2012) a nacionalização da companhia petrolífera YPF. | Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia
A Câmara argentina aprovou na noite de ontem (03/05/2012) a nacionalização da companhia petrolífera YPF. | Foto: Carlos Augusto (Guto Jads) - Jornal Grande Bahia

A Câmara argentina aprovou na noite de ontem (03/05/2012) a nacionalização da companhia petrolífera YPF, que era controlada pela empresa espanhola Repsol.

A expropriação foi anunciada em abril pela presidenta Cristina Kirchner. Na ocasião, ela disse que retomar o controle da petrolífera, que é a maior do país, é um interesse nacional. A decisão causou um estremecimento nas relações do país com a Espanha e com a União Europeia.

Os deputados argentinos aprovaram a expropriação da YPF por 207 votos a favor e 32 contra. Em frente ao Congresso, partidários do governo fazem uma manifestação com faixas e cartazes.

O texto já havia sido aprovado no Senado e deverá ser assinado e transformado em lei por Cristina Kirchner.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10110 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).