Agricultores de Santa Inês recebem 40 mil alevinos e mudas selecionadas de fruteiras

Eduardo Salles entrega mudas a agricultores de Santa Inês.
Eduardo Salles entrega mudas a agricultores de Santa Inês.
Eduardo Salles entrega mudas a agricultores de Santa Inês.
Eduardo Salles entrega mudas a agricultores de Santa Inês.

(Santa Inês e Jequié – Ba) – Apicultores, piscicultores e agricultores familiares dos municípios de Santa Inês, Ubaíra, Cravolândia, Irajuba, Jaguaquara, Itaquara, Nova Itarana e Brejões debateram, neste final de semana, com o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, a estruturação da cadeia produtiva do mel e o fortalecimento da agricultura familiar na região, que conta com quase uma dezena de assentamentos e milhares agricultores familiares.

O encontro do secretário, que estava acompanhado pelo superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri (SDA), Raimundo Sampaio, aconteceu durante a III Feira do Mel e da Agricultura Familiar de Santa Inês, que termina neste domingo (20/05/2012). Os deputados João Leão (federal) e Cacá Leão (Estadual) também participaram do evento.

O presidente da Associação de Apicultores de Santa Inês, José Roberto Nunes de Andrade (Zeza), afirmou que o objetivo da programação é promover a apicultura no município e solicitou uma Casa de Mel para a região. O secretário explicou que o planejamento estratégico da Cadeia Produtiva do Mel prevê a construção de uma Casa de Mel para cada grupo de 50 apicultores, e disse que a demanda poderá ser atendida quando esse critério for cumprido.

Alevinos e mudas

“Fico muito feliz com a atenção que o governo tem dado a nós, pequenos agricultores. Esses alevinos e as mudas que estamos levando para a roça são muito importantes e vão nos ajudar muito”, disse o agricultor de Cravolândia, Ailton Cardoso Moreira, de 43 anos e rosto curtido, enquanto arrumava na garupa da moto um saco com alevinos de tilápia e mudas de genipapo, cupuaçu e ipê branco.

Ele foi um entre os agricultores com os quais foram distribuídos 40 mil alevinos de tambaqui e tilápia, através da Bahia Pesca, e dez mil mudas de fruteiras como genipapo, açaí, cupuaçu e pitanga, além de mudas de árvores como ipê branco e amarelo, acácia e angico.

Alunos do curso de Zootecnia, técnico e bacharelado, do Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia (IFBaiano), participaram do evento, que tem também o objetivo de difundir tecnologias. O secretário Eduardo Salles visitou o estande e conversou com os estudantes sobre a importância da carreira que eles escolheram.

33ª ExpoJequié

Na noite deste sábado (19) o secretário Eduardo Salles e o superintendente Raimundo Sampaio visitaram o Parque de Exposição da cidade, onde foi aberta a 33ª Exposição Agropecuária de Jequié e 10ª Nacional. Eles foram recebidos pelo presidente do Sindicato Rural, Ivo Silva Santos e pelo deputado federal Roberto Brito, e juntos percorreram o parque, que já na primeira noite do evento recebeu grande público.

“A região sofre também com os efeitos da estiagem, mas não podíamos deixar de realizar a exposição, que além de ser tradicional torna-se também um espaço para a discussão de soluções estruturantes para a convivência com a seca”, disse o presidente do sindicato. Ele espera que o evento movimente mais de R$ 4 milhões em vendas diretas e leilões, superando os resultados do ano anterior.

Tanto no evento de Santa Inês como em Jequié, Salles explicou as medidas emergenciais e estruturantes que o governo do estado está executando para minimizar os efeitos da estiagem.

Casa da Agropecuária

Na manhã deste domingo (20), o secretário Eduardo Salles, acompanhado pelos gestores da Adab e EBDA, visitou o local que será transformado na “Casa da Agropecuária” em Jequié. Trata-se de um imóvel de propriedade da Secretaria da Agricultura do Estado, que estava cedido há alguns anos à prefeitura municipal de Jequié e que agora a Seagri recebe de volta. O imóvel passará por rápida reforma e vai centralizar em um só local os escritórios da EBDA, Adab, CDA e Bahia Pesca, empresas ligadas a Seagri.

O secretário explicou que, além de facilitar a vida dos agropecuaristas de toda a região, que poderão solucionar num só local suas demandas relacionadas a estes órgãos, “economizaremos recursos que poderão ser utilizados na assistência aos agropecuaristas”. Ele afirmou que “temos que prezar pela gestão do dinheiro público, e a Seagri tem que funcionar como uma empresa privada quando o assunto é eficiência”, acrescentando que a centralização dos órgãos ligados à Seagri está sendo feita em todo o Estado.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108251 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]