Presidenta Dilma Rousseff acerta parcerias com o MIT e Harvard

Presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante encontro na Casa Branca, em 9 de abril de 2012.
Presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante encontro na Casa Branca.
Presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante encontro na Casa Branca, em 9 de abril de 2012.
Presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante encontro na Casa Branca.

A presidente Dilma Rousseff lançou nesta terça-feira (10/04/2012) iniciativas para estreitar os laços com o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e a Universidade de Harvard, duas das mais conceituadas instituições de ensino superior dos Estados Unidos.

Depois de se encontrar com o presidente Barack Obama, nesta segunda-feira, a presidente brasileira continuou sua curta visita aos Estados Unidos em Boston, sede das duas instituições de ensino, nesta terça.

“É muito importante para o Brasil o que estamos fazendo aqui”, disse Dilma, ao lado da presidente do MIT, Susan Hockfield, antes de assinar dois acordos para expandir a cooperação tecnológica e aumentar o número de intercambistas brasileiros.

“Eu quero expressar nosso enorme entusiasmo para as portas que se abriram hoje para uma nova era”, comentou Hockfield.

Como parte do acordo, a Escola de Engenharia do MIT e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) iniciaram uma colaboração, visando o intercâmbio entre estudantes, professores e pesquisadores, a pesquisa conjunta e também o desenvolvimento de novos programas educacionais.

Dilma apresentou nos Estados Unidos o programa Ciência sem Fronteiras, que tem como objetivo alavancar o desenvolvimento tecnológico e a inovação científica no Brasil por meio de intercâmbios entre instituições brasileiras e estrangeiras. O programa pretende levar 100 mil bolsistas brasileiros para o exterior em quatro anos.

Dilma também discursou na Universidade de Harvard, onde reconheceu que o Brasil, apesar de ser a sexta economia mundial, ainda apresenta um grave deficit educacional.

*Com informações do DW.

Vista do campus do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, em Cambridge, EUA. Governo brasileiro quer enviar 100 mil bolsistas ao exterior e vê as duas instituições americanas como importantes parceiras. Em Harvard, Dilma afirma que Brasil tem grave deficit educacional.
Vista do campus do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, em Cambridge, EUA. Governo brasileiro quer enviar 100 mil bolsistas ao exterior e vê as duas instituições americanas como importantes parceiras. Em Harvard, Dilma afirma que Brasil tem grave deficit educacional.
Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108872 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]