II FECIBA termina com exibição de O Homem que não dormia e premiação de curtas

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O último dia do Festival de Cinema Baiano foi bastante movimentado. A partir das 14 horas, o filme “O Nó: ato humano deliberado” de Dilson Araújo, teve novamente sessão lotada e público eufórico durante o bate-papo. O polêmico filme aborda a introdução da vassoura-de-bruxa na região cacaueira como sendo uma ação pensada e executada por homens.

Em seguida, o ilheense José Araripe Jr, voltou à sua terra natal para exibir o media-metragem “O Pai do Rock”. O filme é integrante do longa “Três Histórias da Bahia” e faz parte da memória do cinema baiano, quando em 2001, no momento considerado como Retomada, foi lançado para o grande público.

O curta “Joelma” de Edson Bastos, emocionou o grande público na Mostra Sexualidades. Baseado na história da primeira transsexual da Bahia, apresentou de forma não-linear momentos marcantes da história da personagem título, que tanto sofreu para ter o respeito da população.

E finalizando o FECIBA 2012, o enigmático filme “ O homem que não dormia” de Edgard Navarro foi exibido com público fiél às produções do diretor. O conta a história de 04 habitantes de um lugarejo que são acometidos pelo mesmo pesadelo e com a chegada de um peregrino de origem misteriosa seus conflitos internos serao revelados, deflagrando numa ruptura radical em suas vidas. Os atores Ramon Vane, premiado como melhor ator coadjuvante no Festival de Brasília de 2011 pelo mesmo filmes, Fernando Neves, premiado como coadjuvante em Eu me lembro e Fábio Vidal, um dos quarto personagens principais do filme, estavam presentes batendo papo com o público juntamente com o diretor.

O FECIBA foi encerrado com a cerimônia de premiação que consagrou o filme “Premonição” de Pedro Abib com três prêmios. O de melhor direção e fotografia eleitos pelo júri técnico e o prêmio de melhor curta baiano eleito pelo público, que levou os R$ 2.000,00.

Foram premiados ainda pelo júri técnico, os curtas “Virou o Jogo: a história de Pintadas” de Marcelo Villanova como melhor roteiro e “A morte de DJ em Paris” de Igor Penna como Melhor Direção de Arte.

Os curtas “O Cadeado” de Leon Sampaio e “Breve Passeio” de Rafael Jardim levaram Menção Honrosa pelo júri, como a justificativa de serem filmes que salientam a importância da inclusão e que ajudam a romper preconceitos.

Agradecemos muito a participação de todos e esperamos encontrá-los em 2013.

Mais informações acesse: www.feciba.com.br

 

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112875 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]