SEAGRI lança programa de melhoramento genético para caprinos e ovinos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Promover o melhoramento genético dos rebanhos de caprinos e ovinos durante os eventos e exposições agropecuárias, melhorar os índices de produtividade através da aquisição de animais geneticamente superiores, e tornar a atividade mais atraente para os pequenos produtores baianos. Estes são os objetivos do Pró-Berro, parte integrante do Programa de Melhoramento Genético dos Rebanhos Caprinos e Ovinos da Bahia elaborado pela Secretaria da Agricultura (Seagri)/Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (ACCOBA), Banco do Brasil, Banco do Nordeste (BNB) e prefeituras municipais do interior da Bahia. O lançamento do Proberro acontece nesta segunda-feira (05/03/2012), às 19h30, no restaurante Baby Beef, em Salvador.

A idéia é facilitar o acesso dos pequenos produtores para a compra de reprodutores de alto padrão genético por meio de financiamentos bancários durante os eventos pecuários. Com isso, estima-se que haja a difusão, em larga escala, de animais geneticamente superiores das diversas raças, adaptados para a produção de carne e leite. “O Pró-Berro vai agregar valor ao nosso rebanho comercial, atuando nos rebanhos “elite” e passando pelos “multiplicadores” até organizar a demanda e oferta de reprodutores de alto valor genético”, explica o secretário de Agricultura, Eduardo Salles. Ele explica que o objetivo é qualificar e, ao mesmo tempo, democratizar a genética da caprinovinocultura baiana, principalmente para os pequenos produtores, oferecendo qualidade à produção com o incremento dos financiamentos bancários ou mesmo de financiamentos diretos entre pecuaristas durante os eventos.

O Estado, além de possuir o maior rebanho de caprinos e o segundo maior de ovinos do Brasil, tem se destacado nos últimos anos no cenário brasileiro na produção de campeões nacionais nas mais destacadas exposições do país. “A expectativa da Seagri é que este sucesso na produção de genética de excelência promova também a melhoria dos índices de produção, produtividade e regularidade no abastecimento do produto ovino e caprino no Estado em eventos e exposições”, acrescenta o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri, Raimundo Sampaio. A secretaria estima que através do Pró-Berro seja possível financiar a aquisição de 10 mil reprodutores geneticamente melhorados pelos pecuaristas nos próximos quatro anos, sendo dois mil reprodutores no primeiro ano, dois mil reprodutores no segundo ano, três mil reprodutores no terceiro ano e três mil reprodutores no quarto ano.

Outro objetivo do Pró-Berro, ao viabilizar a compra desses animais geneticamente superiores em eventos, é promover o registro genealógico dos animais e atualizar o cadastramento dos rebanhos. “Desta forma poderemos ter uma melhor base de dados que servirá para novas políticas públicas ligadas à cadeia produtiva de caprinos e ovinos, visando o desenvolvimento rural, principalmente em áreas com altos índices de pobreza, produzindo aumento de emprego, renda e fixação do trabalhador rural no campo”, avalia o Diretor Geral da Adab, Paulo Emílio Torres.

Procedimentos – O Pró-Berro será operacionalizado através das exposições ranqueadas pela ACCOBA, previamente inseridas no calendário oficial de exposições agropecuárias da Bahia, ou chanceladas pela entidade, em cumprimento aos prazos necessários à formalização do processo. O Programa deverá ser direcionado para o apoio aos produtores localizados em todos os Territórios de Identidade.

A venda ocorrerá em todas as exposições ranqueadas pela ACCOBA ou chanceladas pela entidade mediante a celebração de instrumento jurídico próprio firmado entre a Seagri, ACCOBA, Faeb/Senar, instituições financeiras e as demais entidades envolvidas no evento. O financiamento se dará junto à rede bancária, por intermédio das linhas de crédito já existentes e disponíveis no mercado. O crédito para aquisição dos reprodutores melhoradores terá o limite de até 80% do seu valor, e o prazo total será de até 24 meses, incluída a carência de até seis meses, a ser resgatado em parcelas trimestrais, semestrais ou anuais, de acordo com recomendação técnica específica.

Os produtores terão seus créditos aprovados pelos agentes financeiros e a sua liberação será feita mediante autorização para pagamento direto ao fornecedor. Os juros são de 6% ao ano (rebate de 2% para pagamento sem atraso).

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112584 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]