Prisão do vereador Sargento Joel permanece um mistério. Confira os debates da Câmara de Vereadores de Feira de Santana

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Não foi o Ministério Público Militar que pediu prisão preventiva de Sargento Joel

Um documento apresentado nesta segunda-feira (05/03/2012) na Câmara Municipal, pelo vereador Ewerton Carneiro (Tom), revela que não foi o Ministério Público Militar que pediu a prisão preventiva do vereador Sargento Joel.

“Quero negar esse fato. Tenho em mãos uma declaração do Ministério Público Militar informando que não foi este órgão que pediu a prisão do Sargento Joel”, afirmou Tom.

Joel encontra-se afastado da Câmara desde que veio a público a notícia de que sua prisão preventiva havia sido decretada em razão da participação na greve da Polícia Militar.

O vereador Justiniano França, considerou “bombástica” a informação. “O comandante regional da PM (coronel Helio Gondim) já havia dito à comissão de vereadores que o visitou, que também não foi ele quem pediu a prisão de Sargento joel. Estamos diante de um fato gravíssimo”. Se não foi o Ministério Público Militar, nem o comandante regional Leste da PM, quem, então, pediu a prisão preventiva de Sargento Joel? – questiona.

O petista Marialvo Barreto disse que se confirmando a veracidade do documento do Ministério Público Militar, explicações devem ser dadas pelo coronel. “Na reunião da semana passada, o comandante “afirmou que foi o Ministério Público que solicitou”, disse.Recuperado, vereador Ribeiro volta a presidir as sessões da Câmara

O presidente da Câmara de Feira de Santana, vereador Antônio Francisco Neto – Ribeiro, retornou, nesta segunda-feira (05/03/2012), ao comando dos trabalhos legislativos.

Na semana passada, acometido de uma crise hipertensiva, o presidente chegou a ficar internado por três dias, em um hospital local. Após ter tido alta médica, permaneceu em repouso, retomando hoje suas atividades políticas normais.

Na semana passada, Ribeiro foi substituído na presidência dos trabalhos de plenário pelo vice-presidente da Casa, o vereador Ewerton Carneiro – Tom, que comandou as três sessões ordinárias do período.

Vários colegas saudaram o presidente em seus discursos, demonstrando alegria em tê-lo de volta ao plenário. Ribeiro agradeceu os pronunciamentos e registrou sua satisfação pela forma como os trabalhos legislativos foram conduzidos pela Mesa Diretora em sua ausência.

Aluguel do imóvel da Casa do Trabalhador estaria oito meses atrasado

O imóvel alugado pela Prefeitura de Feira de Santana para funcionar como sede da Casa do Trabalhador, na Rua Castro Alves, centro da cidade, estaria com pagamento atrasado há oito meses.

A denúncia foi feita na imprensa local e transformada em requerimento pelo vereador Roberto Tourinho. Segundo ele, o proprietário do imóvel já teria anunciado a intenção de ajuizar uma ação de despejo na Justiça.

“Observa-se que vários imóveis alugados pela Prefeitura permanecem fechados, boa parte com o pagamento de vários meses atrasados, constituindo aos proprietários um verdadeiro suplício e penitência o recebimento”, registra Tourinho no requerimento.

O requerimento, que não foi aprovado, pedia informações ao Governo, sobre quantos imóveis estão alugados pela Prefeitura e respectivos valores, quanto pagou em 2011 em alugueis e qual o motivo de “constantes faltas de pagamento aos proprietários”.

Empresário não será candidato, nem vai transferir empresa de Feira de Santana

O empresário Sebastião Soares não vai transferir a sua empresa de Feira de Santana para outro município, afirmou o vereador José Marques de Messias – Zé Curuca, em discurso na sessão desta segunda-feira (05/03/2012) da Câmara.

Em discurso na Tribuna da Casa da Cidadania, Zé Curuca fez esclarecimentos acerca de informações que repercutiram na cidade segundo as quais o empresário estaria transferindo suja empresa de transportes para o município de São Gonçalo dos Campos.

Ele também esclareceu sobre o envolvimento do empresário na política feirense, garantindo que ele não será candidato nas próximas eleições. “Jamais será candidato. Nem ele, nem sua esposa ou seu filho”, assegurou Zé Curuca.

O vereador observa que Sebastião Soares tem importante contribuição na área social em Feira de Santana, especialmente relacionados à Igreja Católica.

“Quero fazer um agradecimento a este homem e a sua esposa, a senhora Cenira, que tem ajudado as comunidades carentes de várias formas, desde a reforma de igrejas a campeonato de futebol”, reconhece o vereador.

Em Humildes, Sebastião é bastante querido, salienta Zé Curuca. “Seria maravilhoso se houvesse outros empresários interessados no social como o nosso amigo Sebastião”, afirmou.

O vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha endossou o depoimento do colega: “trata-se de um empresário íntegro e respeitado por todos em Feira de Santana. Sebastião colabora com várias ações em Feira de Santana”.

Tom e José Carneiro confirmam opiniões sobre empresário de transportes

O debate sobre a filiação de familiares do empresário Sebastião Soares a partidos políticos foi alvo de pronunciamento de alguns vereadores. José Carneiro Rocha disse que mantém o questionamento feito na semana passada.

“Não discuto a generosidade do empresário. Apenas estou observando sua atuação política. Se um empresário se filia a um partido, a esposa em outro e um filho em uma terceira legenda, isto demonstra interesse político e em possível candidatura”, disse ele. Do mesmo modo, assinalou, se ele constrói uma garagem de sua empresa de transportes em outra cidade, pode haver a intenção de transferir-se.

O vereador Ewerton Carneiro – Tom disse que, em seu discurso sobre o assunto, semana passada, não falou do caráter do empresário. “Apenas li nota do jornal Folha do Estado sobre as filiações (de Sebastião e familiares). Quer agradar a três partidos”.

Para o vereador Luiz Augusto – Lulinha, não há problema, caso o empresário tenha a intenção de candidatar-se.Para o vereador Marialvo Barreto, qualquer cidadão tem o direito de se filiar a qualquer partido. “Se a família está se arrumando politicamente, qual o problema?” Quanto a garagem construída em São Gonçalo, ele não vê irregularidade, pois a cidade está na Região Metropolitana.

Roberto Tourinho também contestou críticas pela filiação de familiares do empresário em várias legendas. “Qual o impedimento de cada familiar se filiar a um partido?” O vereador Luiz Augusto – Lulinha completou: ser candidato é “direito de todos”.

Panificadora Comunitária será inaugurada hoje na Queimadinha

Será inaugurada nesta segunda-feira (05/03/2012), às 18 horas, a Panificadora Comunitária construída pelo Governo Municipal na Rua Intendente Abdon, bairro Queimadinha. O vereador José Sebastião – Bastinho, que é autor da proposta ao prefeito Tarcízio Pimenta, está convidando para o evento.

Segundo Bastinho, as famílias carentes do bairro Queimadinha e adjacências terão a oportunidade de comprar pão a baixo custo – 12 unidades por 1 real, sendo que cada família terá direito de comprar até 2 reais, para que o maior número possível de pessoas seja beneficiado.

No local também serão ministrados cursos de padeiro, ajudante de padeiro e confeiteiro. Os jovens que fazem parte do projeto social Esporte e Cidadania, também desenvolvido no bairro Queimadinha, estarão entre os beneficiados.

O edil disse que o projeto da Panificação Comunitária foi elaborado em 2006, ano em que ele ainda era assessor do vereador José Carneiro. “Não sou candidato a reeleição, mas o meu trabalho social continua com o povo”, garantiu.

Católicos do Parque Ipê em campanha para construção de igreja

Católicos residentes no bairro Parque Ipê e adjacências estão realizando uma campanha pela construção de uma igreja naquela comunidade. Um terreno já foi adquirido e agora o esforço é para erguer o templo, informa o vereador Reinaldo Miranda – Ronny (foto).

Ronny parabenizou a comunidade, especialmente as senhoras Mônica Rios da Silva e Eliana Peixoto – ambas moradoras do Parque Ipê – pelo empenho que tiveram, nos últimos dois anos, em adquirir um terreno para a construção da igreja.

As instalações de um centro comunitário cedido pela Prefeitura eram utilizadas pela população para as missas, celebradas por padre Luiz. Mas o terreno, que já conta com cobertura, passou a ser o local das celebrações aos sábados.

“Já está ocorrendo missas neste terreno, porém de forma improvisada”, disse Ronny. Segundo ele, um mutirão será feito com todos os fiéis para que a igreja seja construída e funcione em sua totalidade o mais breve possível.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108872 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]