Presidente da Rede Nordeste de Comunicação, Luiz Pedro Irújo diz que se afastou da política e que emissoras fazem jornalismo de forma isenta

Luiz Pedro - De forma alguma. Eu me ausentei definitivamente, e a família como um todo, não tem mais interesse político algum. ( Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br)
Luiz Pedro - De forma alguma. Eu me ausentei definitivamente, e a família como um todo, não tem mais interesse político algum. ( Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br)
Luiz Pedro - De forma alguma. Eu me ausentei definitivamente, e a família como um todo, não tem mais interesse político algum. ( Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br)
Luiz Pedro – De forma alguma. Eu me ausentei definitivamente, e a família como um todo, não tem mais interesse político algum. ( Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br)

Luiz Pedro Irújo, Presidente da Rede Nordeste de Comunicação, em entrevista exclusiva ao jornalista Carlos Augusto, diretor do Jornal Grande Bahia, fala sobre as mudanças nas programações das rádios que compõem o sistema, também avalia os resultados, e afirma que a participação política dele no processo eleitoral, ou de qualquer membro da família está descartada.

Confira a entrevista.

Jornal Grande Bahia – Como andam as mudanças na programação das Rádios feirenses, Subaé AM e Nordeste FM?

Luiz Pedro Irújo – Inicialmente nós mechemos com a programação da Nordeste FM, bem antes, e recentemente fizemos uma desterceirização por completo da Rádio Subaé. Onde a rádio hoje está em uma linha de qualidade de uma rádio gaúcha do Rio Grande do Sul, a exemplo da RBS, ou seja, fazendo jornalismo e esporte como foco principal.”

JGB – A terceirização é ilegal do ponto de vista das concessões públicas?

Luiz Pedro – Não necessariamente. É um acerto que as direções de emissoras podem fazer mas eu optei por reestruturação.

JGB – Avaliando todo esse processo de mudança o senhor acredita que a rádio conseguiu ampliar a sua audiência, e a sua respeitabilidade junto ao público?

Luiz Pedro – Para ser bem sincero, a gente sente uma boa repercussão. Não confunda repercussão com audiência. A audiência nós ainda vamos fazer uma mensuração mais apurada, mais técnica com algum instituto de pesquisa para realmente oferecer ao mercado publicitário um instrumento de avaliação isento de qualquer achismo.

A Rádio tem pouco tempo que se reestruturou, a repercussão na opinião pública e nos formadores de opinião pública tem agradado. Nós temos tido diversas manifestações, diversos elogios, e acredito que a Rádio mantém uma linha direcionada ao público que deve ser, agora mais informativa.

Todo jornalismo requer um investimento maior, e o repasse desse custo leva certo tempo para ser absorvido pelo mercado. Nós temos no mercado de Feira quatro rádios AM, quatro FM, onde algumas FM já têm programas jornalísticos, e dessa forma é uma luta morro acima, e nós vamos vencer.

JGB – O senhor no passado, teve a experiência política. O senhor tem a intenção nesse processo eleitoral de 2012 participar politicamente do processo?

Luiz Pedro – De forma alguma. Eu me ausentei definitivamente, e a família como um todo, não tem mais interesse político algum. A rádio que nós estamos praticando sempre foi imparcial, com todas as facções políticas, isso desde os tempos da própria TV Itapoan. E agora, mais do que nunca, a gente consegue praticar isso com mais tranquilidade, ficando fora do cenário político.

Saiba +

Luiz Pedro foi deputado estadual, e o pai, Pedro Irújo, presidiu o PMDB da Bahia, e sendo eleito deputado federal por diversas legislaturas.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111221 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]