Paulo Coelho participa de ação da ONU para combater violência à mulher

Iniciativa, Rede de Homens Líderes, foi lançada pelo Secretário-Geral da ONU para promover autonomia feminina; ex-premiê da Espanha, José Luiz Rodriguez Zapatero e Prêmio Nobel da Paz, Desmond Tutu, também participam do projeto.

No Dia Internacional da Mulher, as Nações Unidas destacam também a importância da participação dos homens na luta pela igualdade de gênero. A iniciativa Rede de Homens Líderes foi lançada pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, há pouco mais de dois anos.

Entre os homens que apoiam o projeto estão o escritor Paulo Coelho e o ex-presidente do Chile, Ricardo Lagos.

Papel Crucial

O objetivo é envolver os homens na solução para o fim da violência à mulher. Em mensagem sobre a rede, o Secretário-Geral lembrou que muitas vezes, “meninos e jovens são educados a mostrar masculinidade com o uso da violência e do domínio sobre as mulheres.” E em muitos casos, esse tipo de comportamento é tolerado por outros homens.

Para o Secretário-Geral, os homens, enquanto pais, amigos e líderes comunitários, têm um papel crucial em ser contra a violência à mulher e garantir que a atenção prioritária seja dada à questão. E é esta a linha da Rede de Homens Líderes, da ONU.

A iniciativa conta ainda com o apoio do ex-premiê espanhol, José Luiz Rodríguez Zapatero e do Prêmio Nobel da Paz, Desmond Tutu.

Os líderes da rede, que está em constante expansão, trabalham em ações para por um fim à violência de gênero, aumentando a consciência pública sobre o problema, defendendo a criação de leis adequadas, entre outras ações.

A Rede de Homens Líderes da ONU faz parte da Campanha “UNidos pelo Fim da Violência contra a Mulher”, que fica em vigor até 2015.

*Com informação : Rádio Onu

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108727 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]