Germano Machado na Academia de Letras da Bahia | Por Alberto Peixoto

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Ele tem vários livros publicados, tantas obras trabalhadas, um legado literário digno de um verdadeiro mestre, colaborador ativo da história jornalística e porque não dizer política e literária da cidade de São Salvador, do estado da Bahia. 

Ele vai fazer 86 anos de idade, uma larga experiência de vida, intimidade com todas as filosofias, sabedoria jornalística invejável, uma poética amadurecida, apesar de tímida, uma personalidade leonina e uns “traços paranoides germaniano”, ao mesmo tempo, um coração muito grande e de ouro, para tantos filhos literários, para tantos alunos adotados e para quem tiver vontade e garra para aprender, ele só quer ensinar, nada mais que passar conhecimento, ele esta lá, sentado a sua cadeira, com seus livros a conversar e os jornais a beliscar cada palavra, de cada artigo e amadurecer cada vez mais seus ensinamentos, vá lá conversar com ele na Rua Souto Dalva, 98 no Barbalho, em Salvador, ele espera por você, quem tem sede de aprender não tardaria!

Ele tem vários livros publicados, tantas obras trabalhadas, um legado literário digno de um verdadeiro mestre, colaborador ativo da história jornalística e porque não dizer política e literária da cidade de São Salvador, do estado da Bahia. Por muitos anos respirou política, quando até defendeu uma vaga para Deputado Estadual na sua juventude, defendeu causas estudantis, levantou bandeiras, fundou movimento e faz parte da performance curricular cultural de cada integrante que já teve o prazer de ouvir sua fala, no seu, no nosso, da Bahia, do Brasil, do mundo e que pertence hoje a todos os cidadãos amante das artes, da cultura, das letras, da poesia, do cinema e da filosofia, o CEPA-Circulo de Estudo Pensamento e Ação, que não pode morrer!

Quero apresentar a todos em nome dos Movimentos Culturais como: a Fundação Òmnira, Movimento Artpoesia, Coletivo Fala Escritor, GAC-Grupo de Ação Cultural da Bahia, Projeto Alma Brasileira, Pense Poesia, Pós-Lida, UBE-União Brasileira de Escritores, Academia de Letras e Artes Mater Salvatoris, Academia de Cultura da Bahia, Instituto do Patrimônio Histórico e Geográfico e tantos outros, digo tantos outros mesmo, o mais novo candidato a uma cadeira na Academia de Letras da Bahia é o professor e escritor “Germano Machado” e que justiça seja feita.

Obs. Gostaria de trabalhar com todos, levar essa mensagem muito longe, fazê-la chegar na hora exata, no momento certo, pois já não nos resta tempo, para dar ao tempo, que não teve tempo de premia-lo com o seu devido merecimento no tempo preciso… Lutemos agora pelo seu devido reconhecimento e ainda não é tarde para que se repare um grande erro, que tenha sido um fato isolado ou um fator esquecido, não importa! Para que a verdade não seja esquecida e para que eu não me sinta sozinho nessa, demonstre seu apoio, isso será muito importante e quem conhece a verdade sabe o que estou dizendo… Que Jesus nos abençoe a cada dia que tivermos com Germano Machado sempre por perto!

Ex-aluno do Curso de Filosofia Integrativa do professor CEPA Germano Machado é ex-secretário e relações públicas dele por mais de 15 anos (1983 a 1999). Hoje presidente da Fundação Òmnira e vice-coordenador da União Brasileira de Escritores/BA.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Dúvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozóide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua como incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: reyapeixoto@yahoo.com.br.