Feira de Santana: vereador Frei Cal alerta para o risco eminente de acidentes em acesso ao Boulevard

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Motoristas têm enfrentado, diariamente, grandes riscos de acidente no retorno que dá acesso ao Boulevard Shopping. A advertência está sendo feita pelo vereador Carlos Alberto da Rocha – Frei Cal.

“A Rua Joaquim Pedra Branca, próximo ao Shopping, ao lado do posto de combustível, não comporta a grande quantidade de veículos que está circulando ultimamente; em vista disso, providências precisam ser tomadas para se prevenir ocorrências de acidentes e outros transtornos”, alertou.

Segundo ele, o trecho concentra grande movimentação de veículos por ser a principal via de acesso ao Shopping, além de trajeto para moradores dos bairros Caseb, Conceição, São João, bem como para o Fórum da Justiça Federal.

O vereador encaminhou uma indicação, solicitando da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) a reestruturação do local.

Crianças não conseguem mastigar beiju da merenda escolar

Um beiju que as crianças não conseguem mastigar está sendo distribuído na merenda escolar da rede municipal em Feira de Santana, segundo o vereador Angelo Almeida. Ele se pronunciou sobre o problema na Câmara, esta semana, após ouvir reclamações.

“Mandaram para toda a rede pública um beiju que as crianças não conseguem morder”, afirmou. Ele convidou colegas e a imprensa a tentar comer um pedaço do beiju que trouxe ao plenário. Todos comprovaram que o alimento não serve.

Angelo foi chamado atenção para o problema por parte de uma diretora de escola e também, por uma mãe de aluno. “O Conselho Municipal de Educação deve apurar. O beiju é duro. No Genipapo, na inauguração de uma rede de água, um aluno disse à mãe dele que não dá para comer”.

O vereador petista entregou um beiju ao líder do Governo, Maurício Carvalho, para que ele leve o assunto ao secretário de Educação. “Quem fez a compra não pode estar atuando na rede de educação pública”.

Maurício disse que é possível que um dos vários itens da merenda escolar apresente problemas. Ele se comprometeu de relatar a reclamação ao secretário.

Aluguel do imóvel da Casa do Trabalhador estaria oito meses atrasado

O imóvel alugado pela Prefeitura de Feira de Santana para funcionar como sede da Casa do Trabalhador, na Rua Castro Alves, centro da cidade, estaria com pagamento atrasado há oito meses.

A denúncia foi feita na imprensa local e transformada em requerimento pelo vereador Roberto Tourinho. Segundo ele, o proprietário do imóvel já teria anunciado a intenção de ajuizar uma ação de despejo na Justiça.

“Observa-se que vários imóveis alugados pela Prefeitura permanecem fechados, boa parte com o pagamento de vários meses atrasados, constituindo aos proprietários um verdadeiro suplício e penitência o recebimento”, registra Tourinho no requerimento.

O requerimento, que não foi aprovado, pedia informações ao Governo, sobre quantos imóveis estão alugados pela Prefeitura e respectivos valores, quanto pagou em 2011 em alugueis e qual o motivo de “constantes faltas de pagamento aos proprietários”.

Câmara realizará homenagem a autoridades eclesiásticas

A Câmara de Feira de Santana realizará, no mês de dezembro, uma homenagem a autoridades eclesiásticas que venham a destacar-se no meio evangélico, neste município.

Requerimento com esta finalidade, de autoria do vereador Justiniano França, foi aprovado por unanimidade da Casa da Cidadania.

A homenagem acontecerá em uma sessão especial, prevista para o dia primeiro de dezembro. É a data dedicada às comemorações da Consciência Evangélica.

Dirigente de associação vai responder por calúnia, afirma vereadora

A vereadora Eremita Mota anunciou, esta semana, que vai adotar providências legais contra um homem que está promovendo calúnias envolvendo o nome dela, em Feira de Santana. Trata-se de Cláudio Pereira, conhecido na cidade por atuar em uma entidade vinculada aos blocos e trios.

Pereira teria acusado Eremita e uma assessora de fazer “falcatrua” com uma lista de assinaturas de moradores que aprovavam a apresentação de um projeto, em 2007, propondo mudança de nome de uma rua.

“Ele disse, em entrevista à Rádio Subaé, que eu e minha assessora fizemos falcatrua com a lista. Quero que ele prove que fiz falcatrua”, afirmou Eremita, em discurso na Casa da Cidadania.

A mudança do nome da rua – era denominada Iraruema e passou a ser chamada Emanuel em homenagem a um templo religioso existente no local – inclusive foi revogada por iniciativa da própria vereadora, no ano passado. O local voltou a ter o nome Iraruema.

Antes da revogação, provocado por Cláudio, o Ministério Público decidiu averiguar se as pessoas que assinaram a lista em 2007 realmente estavam de acordo com a mudança.

A vereadora apurou que, por razões desconhecidas, alguns desistiram de confirmar essa vontade. Então, tomou a decisão de apresentar um projeto revogando a lei e retornando o nome antigo da rua.

Outro fato que deixa a vereadora indignada é que Cláudio estaria, segundo ela, exibindo na cidade o documento do MP pedindo a checagem do abaixo-assinado como se fosse uma decisão que a impediria de ser candidata à reeleição em outubro próximo. “Um jogo sujo”, diz a vereadora.

Construção de quadra de esportes paralisada há meses

A Câmara de Feira de Santana aprovou requerimento de autoria do vereador Carlos Alberto da Rocha– Frei Cal (PMDB), que solicita informações sobre a construção de uma quadra de esportes no loteamento Papa João XXIII no bairro Jardim Acácia.

Segundo ele, a obra de responsabilidade da Prefeitura Municipal, iniciada no ano de 2011, está parada há alguns meses. Com rachaduras no piso, não apresenta a qualidade desejada.

O vereador solicita que o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Alberto Firpo Mascarenhas, forneça informações acerca da paralisação da obra, bem como a previsão para conclusão da quadra de esportes.

Panfleto em carro estacionado e venda de produtos em automóveis podem ser proibidos em Feira

A distribuição de panfletos em veículos estacionados nas vias públicas de Feira de Santana, prática que tem se disseminado nos últimos anos no centro comercial da cidade, pode passar a ser proibida.

Essa é uma das proposições a serem apreciadas a partir de segunda-feira (05/03/2012) pela Câmara Municipal. O projeto de lei de autoria do vereador Roberto Tourinho encontra-se na pauta da ordem do dia da próxima sessão legislativa.

Outra matéria que deverá entrar em primeira discussão na próxima semana tem o objetivo de coibir, em Feira de Santana, qualquer forma de comercialização de produtos, com fins lucrativos, que utilize automóveis como estabelecimento. A proposta é de autoria do vereador Ewerton Carneiro – Tom, em projeto de lei que tramita na Câmara Municipal.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109707 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]