Candeias será beneficiada com portos e indústrias Seminário debateu, no auditório da DOW, impactos dos novos projetos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Os setores portuário e industrial foram os principais focos de discussão do seminário “Novo ciclo do desenvolvimento e geração de emprego em Candeias” que aconteceu hoje (30/03/2012), em Candeias. O evento realizado no auditório da DOW Química, no Centro Industrial de Aratu, contou com a participação dos secretários estaduais James Correia (Indústria, Comércio e Mineração), José Sérgio Gabrielli (Planejamento) e Carlos Martins (Fazenda), além de Marconi Oliveira (presidente do PROCIA), Osvaldo Miranda Filho (Diretor da Faculdade Regional de Candeias), representantes da Fieb, Unigel, Dow Química, vereadores, líderes locais e empresários.

No evento foram discutidos temas como a ocupação das margens do Canal de Cotegipe, novas oportunidades portuárias em Candeias, co-geração de energia através de biomassa e termelétricas. O secretário Gabrielli defendeu o planejamento integrado e uma visão global do grande potencial que o Porto de Aratu tem a oferecer. “É muito importante que possamos ter uma visão global da Baía de Todos os Santos, do Porto de Aratu. Precisamos ter um planejamento que possa contemplar o conjunto e não apenas os interesses de alguns. Este Seminário é um belo primeiro passo para a gente começar essa discussão”, disse o secretário do Planejamento.

Candeias abriga o Porto de Aratu e – na área de influência do CIA -, a DOW Química, segunda maior empregadora do estado, atrás apenas da Petrobras. O primeiro campo comercial de óleo e gás natural do país, descoberto em 1941 e até hoje em atividade, está localizado em Candeias. A cidade é vizinha da Refinaria Landulfo Alves (RLAM). Além disso, grandes empresas como Unigel, GDK, Ford, Moinho Dias Branco e Braskem mantêm atividades produtivas no município.

“É preciso dotar o Estado de infraestrutura para receber todos os investimentos previstos”, disse o secretário James Correia que acrescentou que o seminário foi apenas o primeiro passo para a discussão sobre o novo ciclo de desenvolvimento de Candeias e de toda a RMS. De acordo com o secretário, a estimativa é que nos próximos 5 anos a Bahia receba investimentos privados da ordem de R$ 75 bilhões.

Com pouco mais de 83 mil habitantes, Candeias, que está localizada na Região Metropolitana de Salvador (RMS), a 46 quilômetros da capital, é dona do quinto maior PIB do estado, com suas atividades econômicas girando em torno de um consolidado parque industrial. Para o secretário da Fazenda, Carlos Martins, as atividades industriais e portuárias serão decisivas para dar um novo impulso econômico ao município. “É urgente que se redefina o marco regulatório dos portos, para que os investimentos privados possam ser realizados, assim como precisamos de um consistente trabalho de treinamento de mão-de-obra, inclusive com a instalação de uma escola técnica em Candeias”, disse Martins.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110063 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]