Vereadores suspendem votações na Câmara de Feira e seguem ao comando da PM em busca de informações prisão de colega. Confira os debates

A Câmara de Feira de Santana suspendeu a votação de proposições (Ordem do Dia) da sessão desta quarta-feira (29/02/2012) para que uma comissão de vereadores possa se dirigir, esta manhã, ao comando regional Leste da Polícia Militar.

O objetivo é buscar informações sobre o mandado de prisão contra o vereador Sargento Joel, amplamente noticiado pela imprensa. Os vereadores Roberto Tourinho e Justiniano França foram os autores de um requerimento verbal à Mesa Diretora.

O vice-presidente Ewerton Carneiro, o Tom, que comanda os trabalhos legislativos na ausência do presidente Ribeiro, acatou a proposta. Para Tourinho, é preciso que a Câmara seja informada da situação do vereador Joel.

“A imprensa questiona o comandante regional e ele não sabe informar. Ninguém sabe dizer o motivo (do mandado de prisão), nem mesmo se ele já está preso. Em assunto dessa magnitude a Casa deve tirar uma comissão, ir ao comando da PM”, afirmou.

Caso os esclarecimentos não sejam suficientes, diz Tourinho, a Câmara deve buscar o comando geral da PM ou o secretário de Segurança Pública do Estado.

O vereador Justiniano endossou a proposta. “A participação (na comissão) deve ser aberta a qualquer vereador. Se possível, a visita deve ser feita ao final dos trabalhos de hoje”, disse ele, o que acabou se confirmando.

Para o vereador Maurício Carvalho, a visita de uma comissão ao comando da PM é importante. “Vamos partir para uma tentativa concreta para obter respostas. O que está em questão não é o sargento Joel ou o vereador, mas o Poder Legislativo, que merece uma satisfação das autoridades”.

Tom critica mandado de prisão contra Joel e ataca Wagner e Neto

À frente das sessões ordinárias desta semana na Câmara de Feira de Santana, enquanto o presidente Ribeiro se recupera de uma crise hipertensiva, o vereador Tom manifestou-se indignado contra o governador Jaques Wagner e o deputado Zé Neto, no episódio da greve dos policiais militares, recentemente.

Em discurso na Tribuna da Câmara, ele criticou o mandado de prisão contra o Sargento Joel, seu colega vereador. “Ele não cometeu nenhum crime durante a greve dos policiais militares. Apenas deu apoio aos colegas que estavam no movimento”, afirmou.

“O deputao (Zé Neto) foi para o rádio dizer que não ia ter nada com ninguém. Que só os radicais seriam presos”, afirmou. Na opinião do vereador, o deputado enganou as pessoas juntamente com o governador Jaques Wagner “que também concedeu entrevistas informando que não haveria nada contra os participantes do movimento”.

“Esse governo me enganou e diz ser democrático”, afirmou Tom. Ele acrescentou que se sente arrependido em apoiar Wagner. “Olha eu não sei o que aconteceu comigo. Um deputado mentiroso que está aí só para contar historinhas e o governador que deu a palavra e não cumpriu”, afirmou, em desabafo.

O vereador Justiniano França concordou com o discurso do colega e também fez a defesa do vereador Joel. Ele desafiou alguém a provar qual foi a atitude radical do sargento reformado que justificasse seu mandado de prisão.

Lixo hospitalar tratado indevidamente em Feira

A constatação é do vereador Marialvo Barreto, do PT: Com a interdição do aterro sanitário da Sustentare, recentemente, a Prefeitura de Feira de Santana chegou a utilizar o “velho lixão” localizado no antigo Tanque do Urubu para destinar resíduos hospitalares recolhidos nas unidades de saúde do Município.

“A Prefeitura não tem aterro; ela tem um lixão. Partindo desse pressuposto, onde é que estão colocando o lixo hospitalar?” questionou o petista em discurso na tribuna da Casa da Cidadania.

Ele apresentou nesta quarta-feira (29/02/2012) fotografias mostrando caminhão-baú da coleta de lixo hospitalar despejando o material no “lixão”. “Os resíduos estão sendo “enterrados” durante a noite”.

Marialvo ressaltou que no aterro sanitário, que estava em funcionamento no município (de propriedade da Sustentare), havia usina de autoclave, ao contrário do atual.

O líder da bancada governista, Maurício Carvalho (PR), afirmou que o lixo hospitalar do município de Feira de Santana está sendo descartado por uma empresa de Salvador. Ele disse que iria apresentar cópias do contrato firmado entre a empresa e a Município para a comprovação dos fatos.

“O lixo hospitalar está sendo levado para Salvador e, com os equipamentos próprios, está sendo queimado, incinerado e dado a destinação correta”, garantiu.

Para Marialvo, no entanto, mesmo que o problema tenha sido sanado, nos primeiros dias depois da interdição do aterro da Sustentare ocorreu o “enterro” de lixo hospitalar no “lixão” da Prefeitura.

Falta de temporizadores em sinaleiras representa alto risco e causa multas

O vereador Carlos Alberto Costa da Rocha (Frei Cal), PMDB, chamou atenção para a falta de temporizadores nos sinais de trânsito em Feira de Santana. Ele é autor de uma indicação pedindo providências à SMT (Superintendência Municipal de Trânsito).

“Próximo as sinaleiras tem radares (sensores de velocidade), mas não tem temporizadores. Isso é uma vergonha”, afirmou. Ele salientou que as sinaleiras tiveram custos elevados e teriam que ter o equipamento acoplado.

Em sua opinião, vão ocorrer acidentes seríssimos, além, de causar multas. Salientou que houve uma grande discussão em emissoras de rádio da cidade sobre o assunto.

Na opinião do Frei Cal, a Prefeitura vem arrecadando muito e pouco está fazendo. “Mais uma vez quero deixar aqui essa observação”, disse.

Em aparte, o vereador Luis Augusto de Jesus (Lulinha) disse concordar com Frei Cal. “Eu fui multado outro dia. Passei com 40 km na João Durval e o sinal fechou acabei ficando prejudicado”, afirmou.

O vereador Reinaldo Miranda (Ronny) informou que um projeto de autoria dele, conhecido como Onda Verde, visa estabelecer uma sincronização dos temporizadores em todas as sinaleiras da cidade de Feira de Santana. O projeto deverá tramitar na próxima semana.

Ronny contesta nota e diz que dono de blog pode estar a serviço “de algum político”

O vereador Reinaldo Miranda – Ronny (PSDB), contestou, em discurso na Câmara Municipal nesta quarta-feira (29/02/2012), nota veiculada no blog Demais sob as possibilidades de eleição de vereadores pelo partido tucano, no próximo pleito.

“PSDB pode ficar sem vereador na Câmara”, é o título da nota, que diz o seguinte: “nas eleições de 2008, o PSDB elegeu dois vereadores para a Câmara: José Marques de Messias e Ailton Rios. O partido tucano disputou o pleito com 20 candidatos e chegou a pouco mais de 13 mil votos. Neste ano, conta com mais um vereador, Reinaldo Miranda. Para manter o número atual de três vereadores, o PSDB vai precisar coligar com outro partido para atingir o quociente eleitoral …”.

Ronny acredita que o “dono” do blog “deve estar a serviço de algum político aqui em Feira de Santana, tentando prejudicar a imagem do partido”. Observa que o PSDB é um partido forte, “que sai só e que elege neste município três vereadores”.

Segundo o vereador, o PSDB feirense conta com 31 pré-candidatos a vereador, sendo 25 homes e 6 mulheres. Ele pretende levar cópia da nota aos dirigentes do PSDB, o ex-deputado Humberto Cedraz (executiva municipal) e Sérgio Passos (estadual), além das principais lideranças do partido, os deputados federais Antonio Imbassahy e Jutahy Magalhães.

“Vou alertar que Feira de Santana tem políticos que são inimigos do PSDB, porque quem está plantando a maldade, eu não tenho dúvidas, no futuro colherá a maldade”, declarou, acrescentando que o blog Demais procede “de forma equivocada e maldosa”, em sua nota.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114890 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.