Secretaria da Saúde do Estado da Bahia registra redução de 15% nos atendimentos relacionados ao Carnaval

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Ao comparar os números de atendimento registrados em 2012 com os totalizados em 2011, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), contabilizou uma redução de cerca de 15% nas ocorrências relacionadas ao Carnaval. De quinta-feira (16) até esta quarta (22), às 8h, a rede de assistência da Sesab atendeu a 204 ocorrências. Em 2011, foram 234 casos atendidos.

O Hospital Geral do Estado (HGE) registrou o maior número de atendimentos (122), seguido pelo João Batista Caribé (15), Ernesto Simões Filho (14), Unidade de Emergência do Curuzu (14), Roberto Santos (11), Eládio Lassere (8), Menandro de Farias (5), Hospital do Subúrbio (4), Unidade de Emergência de Plataforma (4), Pirajá (4) e Cajazeiras VIII (3).

O maior número de atendimentos foi em decorrência das agressões físicas (131), seguido por quedas (21), agressão por arma branca (14), ferimentos acidentais (11), intoxicação exógena (10), agressão por arma de fogo (9), atropelo (3), complicações de doenças pré-existentes (3), colisão de veículos (1), exposição ao sol (1). Vale acrescentar que estes atendimentos são exclusivamente relacionados com os circuitos e bairros onde existe programação oficial de carnaval.

A Sesab investiu R$ 3,2 milhões nas ações de prevenção e assistência à saúde dos foliões durante o período de Carnaval. Para atender a demanda, além dos 15 mil postos de trabalho que fazem parte do atendimento cotidiano, a Sesab contou com o reforço de mais 902 profissionais de saúde e pessoal de apoio, totalizando 1.851 plantões extras que atuaram nos hospitais Geral do Estado, Roberto Santos, Ernesto Simões Filho, João Batista Caribé, Eládio Lasserre, Menandro de Faria, e do Subúrbio, além das unidades de emergência Mãe Hilda (Curuzu), São Caetano, Cajazeiras VIII, Plataforma e Pirajá e na UPA 24hs de Escada e também em ações desenvolvidas nos circuitos da folia.

Vigilância Epidemiológica

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) atuou em regime de plantão, entre os dias 17 e 22 (sexta a quarta-feira de cinzas), localizada no Laboratório Central do Estado (Lacen), na avenida Waldemar Falcão. No mesmo local, funcionou a Coordenação Estadual de Vigilância das Emergências em Saúde Pública (Cevesp), a fim de identificar situações e fatores de risco, além de garantir ações de vigilância e controle de agravos importantes para a saúde pública. O balanço do período de Carnaval contabilizou em todo estado 28 atendimentos, sendo que nenhum deles relacionados com a festa momesca. Os números apurados em 2012 não apresentaram oscilação significativa, quando comparado aos registrados em 2011.

Atendimento em caso de intoxicação

O Centro de Informação Antiveneno (Ciave) realizou dois atendimentos relacionados à festa. Um caso ocorreu na quinta-feira (16/02/2012), quando um vendedor ambulante foi picado por um escorpião na Barra. O outro foi de um folião que usou cocaína no sábado de Carnaval (18). O Ciave disponibilizou plantão médico toxicológico de 24 horas, informações e orientações também foram prestadas através do número 0800 284 4343.

Hemoba

A fim de garantir o estoque de sangue necessário para o atendimento a eventuais demandas durante o Carnaval, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) funcionou em regime de plantão, atendendo às solicitações das unidades públicas de saúde. O saldo total do carnaval, período compreendido de sexta-feira (17/02/2012) a terça-feira (21/2), apresentou a captação de 314 bolsas de sangue, um número 52% superior ao registrado em 2011, quando foram coletadas 207 bolsas.

Fique Sabendo

Em parceria com o Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a coordenação do programa de DST/Aids da Sesab, desenvolveu uma campanha de incentivo à prevenção e ao diagnóstico precoce do HIV/Aids, disponibilizando o teste rápido para detecção do HIV. A ação aconteceu nos dias 18, 19, 20 e 21, Centro de Saúde do Pelourinho, e no Instituto Baiano de Reabilitação (IBR), em Ondina. Nesses locais foram realizados 859 testes rápidos para detecção do HIV, com sete casos positivos; 400 teste para o diagnóstico de Hepatite, tendo apenas um caso confirmado. Além disto, as equipes com a base em estandes localizados no canteiro central em frente ao Shopping Barra e no Terreiro de Jesus, distribuíram aos foliões cerca de 400 mil preservativos, entregando também material educativo.

Incentivo à doação

O incentivo à doação de órgãos também aconteceu no Carnaval 2012. Através do Sistema Estadual de Transplantes, a Sesab firmou uma parceria com a Empresa de Salvador Turismo – Saltur e, durante o Carnaval, balões com mensagens sobre doação de órgãos e tecidos foram instalados nos três percursos do circuito e afixadas em trios elétricos. Técnicos da Sesab/Sistema Estadual de Transplantes forneceram aos foliões material educativo, informando sobre o processo de doação e transplante de órgãos.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112861 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]