Governo Wagner concede primeira licença para empreendimento integrado na região da Chapada Diamantina

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Em reunião ordinária do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Cepram), na manhã de sexta-feira, técnicos do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) anunciaram que o Estado vai conceder a primeira licença ambiental para um conjunto de empreendimentos da mesma natureza.

É o Agropolo Mucugê/Ibicoara, constituído por diversos imóveis rurais que abrange os municípios de Mucugê, Ibicoara, Barra da Estiva e Boninal, na região da Chapada Diamantina.

O projeto do empreendimento está em fase de análise do termo de referência – documento que contém os estudos ambientais para obtenção da licença – e será a primeira experiência na Bahia desta modalidade de licenciamento.

“Esse tipo de licença conjunta é importante porque estabelece normas e critérios a serem aplicados de forma integrada, sob as quais todos estarão subordinados a cumprir as condicionantes da licença, e melhor capacidade de gestão ambiental na área”, explicou a assessora da Diretoria de Regulação do Inema, Annamaria Venâncio.

Mais realista – Em 2006, o conselho aprovou o Termo de Referência do Agropolo Mucugê/Ibicoara, por meio da Resolução Cepram no 3.727. Porém, o documento precisava passar por ajustes, a exemplo da demarcação da poligonal, que na proposta anterior alcançava o limite do Parque Nacional da Chapada Diamantina.

Conselheiro do Cepram e representando a Comissão Especial do Agropolo Mugugê/Ibicoara, Evilásio da Silva Fraga avaliou a nova proposta como mais realista e coerente com os aspectos físicos e ambientais da área. Segundo ele, a nova avaliação leva em consideração critérios como o relevo da área e a atividade econômica existente, com predominância agrícola.

“Somos conscientes do desafio que teremos a partir da liberação da licença, no sentido de garantir o entendimento contínuo dos donos de grandes e pequenos imóveis rurais, para que tenham condição de colocar em prática as diretrizes impostas nas condicionantes, mantendo a atividade em compatibilidade com o uso racional dos recursos naturais”, disse Fraga.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113864 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]