SAMU de Feira de Santana registrou 55.152 chamados durante o ano de 2011

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) de Feira de Santana registrou 55.152 chamados durante o ano de 2011, sendo 30.847 orientações médicas por telefone e 12.308 trotes. O Samu realizou também 11.997 atendimentos nas áreas de urgência e emergência, prestando socorro às vítimas em diversas especialidades.

As cinco Unidades de Suporte Básico (USB) deixaram o estacionamento do órgão por 10.466 vezes, enquanto que a Unidade de Suporte Avançado (USA), que é a UTI móvel, por 1.531.A coordenadora do Samu, Maíza Macedo, lembra que em 2010 foram registrados 71.134 chamados e observa que a redução demonstra que a população está mais sensível e entende melhor quando se deve buscar o serviço.

“Hoje a população já sabe distinguir em quais situações pode contar com o atendimento do Samu. Antigamente, acreditava-se que o serviço era destinado a transportar pacientes com simples ferimentos, como um corte no dedo, gerando assim muitos chamados desnecessários. A realidade hoje está sendo outra”, salienta.

Segundo Maíza Macedo, o número de trotes registrados ainda é preocupante. “Os trotes representaram este ano aproximadamente 23% do total de chamados. Ano passado o índice foi de 28%. Mesmo com a redução, a situação ainda nos preocupa. Já traçamos o perfil do público que adota esta postura, são crianças e adolescentes e, por isso, vamos promover mais palestras educativas nas escolas”, informa.

Ainda de acordo com a coordenadora do Samu, o órgão vai intensificar as ações do projeto Samuca (Samu, Criança e Adolescente), que vem sendo realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. “Queremos dar continuidade ao projeto, visitando escolas da rede municipal para mostrar aos alunos como o Samu funciona e conscientizá-los sobre em quais situações se deve discar o 192 para solicitar o serviço”, pontua.

Maíza considera que 2011 foi o ano da otimização do conhecimento e técnica dos profissionais do Samu. “Conseguimos qualificar melhor nossa equipe com a realização de várias capacitações internas. Além disso, promovemos a Olimpíada do Samu e o Encontro Baiano da Rede Samu, eventos importantes voltados à perspectiva de qualificar o atendimento as demandas de urgência e a abordagem as vítimas e pessoas que necessitam do Samu. O ano foi bastante positivo”, avalia.

Procon fiscaliza lojas de eletrodomésticos

O mês de janeiro é o período em que liquidações e descontos são comuns nas lojas do centro comercial de Feira de Santana. Visando alertar o consumidor e fiscalizar irregularidades, a Superintendência Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) realizou nesta sexta-feira (06/01/2012) uma operação nas lojas de eletrodomésticos.

Após receber uma denúncia, a equipe do Procon visitou a loja Ricardo Eletros e flagrou uma situação de propaganda enganosa. De acordo com o superintendente do Procon, Rafael Cordeiro, os preços mostrados estavam diferentes da realidade.

“Esta é uma tentativa de enganar o consumidor, na medida em que o anúncio mostra um valor e o sistema aponta um preço maior. Recebemos a denúncia e em visita comprovamos a irregularidade”, afirmou.

Segundo Rafael, a loja foi notificada e em caso de reincidência será multada em até R$ 3 milhões. “Outro problema encontrado diz respeito ao parcelamento. O anúncio apontava R$ 300 reais com a possibilidade de pagamento em 12 parcelas de R$ 30, o que mostra que parcelado, o produto sofre um acréscimo no valor, mas é necessário que a taxa de juros cobrada seja informada ao consumidor e isto não foi feito”, explicou.

O chefe de fiscalização do Procon, Jorge Marques, lembrou que a loja citada é alvo de constantes reclamações. “O valor do desconto é informado, mas quando o cálculo é feito, pode-se observar uma diferença entre o valor informado e o desconto dado”, destaca.

O Procon deve visitar todas as lojas de eletrodomésticos do comércio feirense. “Já visitamos algumas lojas que vendem produtos do gênero e as demais ainda serão visitadas”, informou Jorge Marques. O consumidor que observar irregularidades pode denunciar através do número 3603-3716.

Central 156 registra 825 solicitações em 30 dias

Acidentes de trânsito, poluição sonora, troca de lâmpadas e poda de árvores. Estas são algumas das principais ocorrências registradas pela Central Disque Denuncia (CDD), através do número 156. O equipamento, instalado na Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev), registrou 825 solicitações em 30 dias.

A Central foi inaugurada no dia 05 de dezembro de 2011 e já se tornou o principal canal para registro de reclamações, denuncias e solicitação de serviços da administração pública municipal.

Neste primeiro mês o maior número de solicitações refere-se à poluição sonora. Foram 232 registros. Destes, 160 provocados por veículos e 71 por bares e residências. Em segundo lugar, aparecem as ocorrências relacionadas a acidentes de trânsito com 192 ligações, sendo 166 referentes a acidentes sem vítimas e 26 com vítimas.

As queixas sobre estacionamento irregular de veículos (motos e carros) aparecem em terceiro lugar com 138 registros. A população também recorreu à CDD para solicitar os serviços de troca e instalação de lâmpadas (81), retirada de lixo (29), remoção de animais mortos (09), limpeza de ruas e praças (08), poda de árvores (05), tapa buracos (05) e retirada de entulhos (03).

Foram 20 registros de solicitações de equipes da Guarda Civil Municipal, Superintendência Municipal de Trânsito, Vigilância Sanitária. De acordo com a coordenadora da Central de Atendimento, Eliane Araújo, as demais solicitações estão relacionadas a informações e reclamações sobre transporte coletivo, construções e materiais em locais indevidos, poluição atmosférica, violência, atenção ao menor, desabamentos, alagamento de casas, dentre outros.

“Os cidadãos podem entrar em contato com a Central 156 funciona todos os dias, 24 horas. As equipes estão de plantão, inclusive nos finais de semana e feriados, para atender as solicitações, acionar os órgãos responsáveis pela prestação do serviço solicitado e garantir o atendimento à comunidade”, destaca a coordenadora.

GM apreende cães abandonados

Três cães da raça Pit Bull foram apreendidos na manhã desta sexta-feira (06/01/2012) pela Guarda Civil Municipal. Um dos animais tentou atacar uma criança nas imediações do Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho, localizado no conjunto Feira VII. A população local acionou a guarnição.

Segundo o comandante da Guarda Municipal, Marcos Vinicius Alves, os animais foram encaminhados ao Centro Municipal de Zoonoses. “Tivemos que aplicar uma injeção anestésica para conter a fúria do animal. Eles foram abandonados pelo dono e em seguida serão levados para o centro, onde serão tomadas todas as providencias necessárias”, explica.

O Centro de Zoonoses funciona na avenida Eduardo Fróes da Mota (Anel de Contorno), bairro Jussara, das 8h às 17h. Mais informações e denúncias através dos telefones (75) 3614-3613 e (75) 3223-4673.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114963 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.