Prefeitura de Feira de Santana investe em melhorias para escolas municipais. Confira as notícias da PMFS

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Dezenas de escolas da rede municipal de ensino têm recebido intervenção em toda a sua estrutura neste mês. Ao retornar das férias escolares, os alunos vão desfrutar de um espaço totalmente recuperado. Uma das unidades contempladas com os serviços promovidos pela Prefeitura é a Escola Municipal Nilton Bellas Vieira, localizada no bairro Parque Getúlio Vargas.

A instituição de ensino já recebeu novo telhado, piso de alta resistência nas salas de aulas e revestimentos. Serão realizadas, ainda, a reforma dos banheiros, substituição de janelas e portas, além do alargamento da rampa de acessibilidade para portadores de necessidades especiais.

A Escola Valdemira Alves de Brito, situada no bairro Sítio Matias, também recebe melhorias. No local serão executados a troca do telhado de fibrocimento (Eternit), colocação de pisos, reforma dos banheiros e recuperação das redes elétrica e hidráulica. Atualmente os serviços estão concentrados no levantamento das paredes para colocação do telhado e forro de PVC.

Nos três últimos anos foram realizadas reforma e ampliação em mais de 170 escolas instaladas na sede e distritos de Feira de Santana. Até o início do ano letivo 2012 serão concluídos os serviços de reforma, substituição de mobiliário e aquisição de novos equipamentos em mais 17 instituições municipais.

Algumas das unidades recuperadas já foram reinauguradas e outras serão entregues dentro em breve, a exemplo da Escola Municipal Professora Maria José Dantas Carneiro, localizada no bairro Caseb. A última reforma na unidade foi realizada há 13 anos.

Iniciada a 8ª edição da Feira do Livro, oportunidade em economizar na hora de comprar os livros

Os pais que desejam economizar na hora de comprar os materiais didáticos do ano letivo de 2012 têm uma boa oportunidade. Foi aberta nesta segunda-feira (09/01/2012) e prossegue até o dia 3 de março, a 8ª edição da Feira do Livro, no estacionamento do Paço Municipal Maria Quitéria. Além de encontrar livros com preços acessíveis, os pais podem também trocar.

Os livros do Ensino Médio, Fundamental e Educação Infantil podem ser encontrados de R$ 20,00 a R$ 60,00, a depender da série do estudante. O coordenador do evento, Eliseu Nogueira da Silva, informa que são esperados para este ano a participação de mais de 50 vendedores no local.

“As expectativas de vendas são muito boas até porque a quantidade de livros é bem grande. O movimento tende a aumentar nos próximos dias com a proximidade do início das aulas”, prevê.

Equipes da Superintendência Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) esteve no local, na manhã de segunda-feira, orientando os consumidores a não adquirir livro do professor. A Feira do Livro funcionará de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17 horas. Já nos sábados será das 8h às 14 horas. 

Rede municipal inicia matrículas no dia 23, processo definido conforme calendário escolar 2011

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) já definiu o calendário de matrícula para o ano letivo de 2012. Para os alunos novos o período será de 23 a 28 de janeiro, enquanto para os estudantes da casa a renovação será automática. Ao todo cerca de 20 mil estudantes já estão aptos para renovar a matrícula.

O processo de matrícula foi definido levando em conta o calendário escolar 2011, que ainda não foi concluído nas escolas que aderiram ao movimento grevista dos professores. “Por conta da greve, em algumas escolas o ano letivo se estenderá até o dia 13 deste mês”, informa o secretário municipal de Educação, José Raimundo Pereira de Azevedo.

As matrículas podem ser realizadas através do site da Prefeitura (www.feiradesantana.ba.gov.br) ou do Programa Feira Cidade Digital (www.pmfsdigital.ba.gov.br), e em seguida deverá ser efetivada na própria instituição de ensino. O gerente do projeto Educação Digital, Anailton dos Santos, informa que as inscrições poderão ser feitas pela internet ou nos 33 postos de matrículas da rede.

“Para que as inscrições feitas pela internet sejam efetivadas é necessário que os pais ou responsáveis, se dirijam a escola selecionada para confirmar a matrícula com toda a documentação necessária. Além dos 33 postos, as escolas que estiverem totalmente informatizadas poderão realizar a matrícula também”, explica.

Os documentos necessários para alunos novos são: certidão de nascimento, comprovante de residência e transferência no caso do aluno ser oriundo de outra unidade. Os pais ou responsáveis beneficiários do Programa Bolsa Família devem apresentar o Número de Identificação Social (NIS).

Fiscalização em equipamentos na Mangabeira, identificar se construções da Conder oferecem segurança à comunidade

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Planejamento, realizou nesta segunda-feira (09/01/2012) fiscalização nos equipamentos públicos construídos pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) no Conjunto Habitacional Ayrton Sena, no bairro Mangabeira.

Os equipamentos serão entregues ao Município e vão beneficiar mais de 350 famílias relocadas para as residências do conjunto habitacional. Foram inspecionados a creche escola, centro comunitário, centro comercial e galpão de reciclagem.

A ação, como explica Eliana Carneiro de Moraes, chefe do Departamento de Projetos Setoriais da Secretaria Municipal de Planejamento, tem como objetivo identificar se as construções oferecem segurança à comunidade. “Após entrega dos imóveis todas as responsabilidades recaem sobre a Prefeitura, por isso estamos fiscalizando para identificar possíveis irregularidades”, explica.

Dentre as irregularidades encontradas, como pontua Eliana Carneiro, estão fissuras no muro da escola, fiação exposta, vazamentos nos banheiros, infiltrações, tomadas fora do padrão, ausência de acessibilidade, além de problemas no telhado.

“Encontramos muitas irregularidades que podem comprometer a segurança dos usuários destes equipamentos. A Conder será comunicada e terá um prazo de 15 dias para regularizar a situação. Passado este prazo voltaremos a fiscalizar as obras e o Município só receberá os equipamentos quando tudo está dentro das normas”, destaca.

Procon realiza pesquisa de preços, material escolar com diferença de até 250 por cento

A Superintendência Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) percorreu cinco livrarias na manhã desta segunda-feira (09/01/2012) para levantar o valor de 25 itens que compõem a lista de material escolar. Foram pesquisados os preços de produtos como hidrocor, papel duplex, classificador rápido, lápis, borracha e massa de modelar, além de outros itens.

Após percorrer as livrarias Maskate, Bahia, Dinúbia, Maxi e D. Pedro I, o Procon encontrou uma diferença de até 250% nos valores. O pincel atômico com seis unidades, por exemplo, custa 1,99 em uma loja e R$ 6,00 em outra livraria, enquanto o caderno de 10 matérias sai por R$ 4,83 num local e R$ 8,00 numa outra loja.

Das cinco livrarias pesquisadas, a que apresentou menores valores foi a Bahia Papelaria, com 16 itens. Em segundo lugar vem a Dinúbia com cinco produtos mais em conta, a Maskate com três e a Maxi com dois. A livraria D. Pedro I não teve nenhum registro de item mais barato.

Segundo o chefe de Fiscalização do Procon, Jorge Marques, o Procon vai voltar às lojas após o dia 15 de janeiro para fazer mais uma pesquisa, já que os preços oscilam neste período. “Normalmente alguns itens aumentam e outros diminuem de preço. Fizemos a pesquisa nas livrarias que têm mais movimento, pois dá para os consumidores tirarem uma média dos preços”, destaca Marques.

O superintendente do Procon, Rafael Pinto Cordeiro, observa que a pesquisa oferece a possibilidade de os pais buscarem o melhor estabelecimento para fazer as compras. “Com este levantamento, eles têm os valores de vários itens da lista escolar, o que facilita bastante. Neste ano vamos intensificar nossos trabalhos e realizar a pesquisa de preços de material de construção, medicamento e planos de saúde”, disse.

Quem está satisfeita com o levantamento é a dona de casa Edna Pereira. Na manhã desta terça-feira ela percorreu três livrarias e agora vai acompanhar os preços levantados pelo Procon. “Vou procurar saber os valores de outros produtos que falta eu comprar para fazer uma economia”, comenta.

A pesquisa está disponível nas duas unidades do Procon.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111111 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]