Feira de Santana lidera com maior número de homicídios do interior. Deputada Graça Pimenta protesta e quer mais segurança

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta quinta-feira (26/01/2012) apontam Feira de Santana como líder no ranking de homicídios intencionais do interior do Estado em 2011. Com cerca de 560 mil habitantes, o município registrou 379 homicídios no ano citado.

Preocupada com a situação, a deputada estadual Graça Pimenta (PR) quer mais segurança no Estado. “Os dados da SSP apontam também que o número de homicídios intencionais na Bahia reduziu pela primeira vez em 10 anos, porém não é essa a impressão que muitos cidadãos têm. Em Feira de Santana, por exemplo, cerca de 20 pessoas já foram assassinadas só neste ano. As ações contra a violência precisam ser mais eficazes”, frisa.

A parlamentar destaca que, “diante da violência que já vinha crescendo em Feira de Santana, o Governo Municipal está realizando ações de combate à violência, a exemplo da criação da Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) e da instalação do sistema de videomonitoramento em pontos estratégicos da cidade, que já contribuiu para a prisão de acusados de assassinato com as imagens captadas”.

Em novembro de 2011 Graça Pimenta indicou a instalação da Polícia Interestadual (Polinter) em Feira de Santana ao secretário de Segurança Pública (SSP), Maurício Teles Barbosa. A parlamentar deseja que a indicação seja atendida o mais rápido possível.

Sobre Carlos Augusto 9455 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).