Tesouro Nacional injeta R$ 15 bilhões no BNDES para reforçar capital

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebeu reforço de R$ 15 bilhões do Tesouro Nacional para engordar o capital. O empréstimo, em títulos públicos, faz parte da ajuda de R$ 55 bilhões autorizada por lei no início do ano e terá impacto na Dívida Pública Federal (DPF) neste mês.

A operação ocorreu na última quinta-feira (15/12), mas os detalhes só foram revelados hoje (21/12/2011) pelo coordenador de Operações da Dívida Pública, José Franco de Morais. Com o repasse, o banco recebeu R$ 45 bilhões em 2011. De acordo com o coordenador, o empréstimo da última parcela ocorrerá no início de 2012. “É possível que os R$ 10 bilhões que faltam para completar a ajuda sejam emitidos ainda em janeiro”, disse.

Segundo Morais, o governo decidiu não emprestar tudo de uma vez ao banco por dois motivos. Alegou que o BNDES não tinha necessidade de que todos os recursos fossem repassados e que o Tesouro optou por diluir parte do impacto fiscal das operações para o próximo ano. “Faz parte da estratégia do Tesouro evitar operações de grande porte em uma única vez para que a dívida pública não se eleve de forma significativa”, declarou.

A capitalização de R$ 55 bilhões do BNDES foi anunciada em março. O reforço financeiro será usado nos financiamentos da terceira etapa do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), que concede empréstimos para investimentos de empresas privadas com juros subsidiados.

O reforço ao banco por meio de títulos da dívida pública tem sido uma política usada pelo governo nos últimos anos para estimular os financiamentos de longo prazo ao setor produtivo. O Tesouro Nacional emite os papéis e os empresta ao BNDES, que os vende no mercado e obtém recursos para ampliar o capital. Posteriormente, o banco devolve o dinheiro ao Tesouro.

Desde 2009, o governo injetou R$ 225 bilhões no banco. Desse total, foram alocados R$ 180 bilhões em 2009 e R$ 80 bilhões no ano passado. Quando a capitalização de R$ 55 bilhões for concluída, o banco terá recebido R$ 235 bilhões.

*Com informações: Agência Brasil

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121932 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.