Técnicos capacitados em melhoramento genético durante Fenagro

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Proporcionar oportunidade para que os agricultores familiares melhorem seus rebanhos. Com este objetivo, técnicos da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura, e de outras instituições de desenvolvimento do segmento, na Bahia, participam de treinamento sobre características, qualidades genéticas das raças e manejo reprodutivo de bovinos, como parte da programação da 24ª Feira Nacional de Agropecuária (Fenagro), no Parque de Exposições de Salvador.

O curso, promovido pela Secretaria da Agricultura (Seagri), em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ) faz parte do Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino Brasileiro, o Pró-genética.

“Os técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), são os principais agentes de desenvolvimento da atividade pecuária, para pequenos e médios produtores. Eles precisam saber como indicar um touro, comparando a aptidão das raças, como capacidade reprodutiva, ganho de peso e produção de leite, de acordo com o interesse comercial do produtor”, afirmou o veterinário da Seagri, Adilton Ferraz, coordenador do Pró-genética, na Bahia.

A parceria entre Seagri e ABCZ promoveu oito feiras durante o ano de 2011, de acordo com informações do gerente de Fomento ao Programa de Melhoramento Genético de Zebu (PMGZ), Lauro Fraga. “Esse ano, foram negociados 115 reprodutores de genética superior; nossa expectativa, com auxílio da EBDA, é mostrar que a aquisição do touro de raça é economicamente viável para o agricultor familiar. Com assessoria técnica, esse agricultor pode escolher o reprodutor com as características que melhor atendam a seus objetivos”, explicou Fraga.

Através das feiras promovidas em todo o Estado, o agricultor tem a oportunidade de adquirir um touro Puro de Origem (PO), com registro genealógico definitivo, exame andrológico e atestados sanitários, “certificando a qualidade e eficiência do animal como reprodutor”, garantiu o veterinário da ABCZ, Ricardo Ruas.

Os animais podem ser financiados através do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), em linhas de crédito com condições especiais de pagamento. “Democratizar o melhoramento genético é dar oportunidade para o criador evoluir seu rebanho, aumentar sua lucratividade e desenvolver seu empreendimento”, completou Ruas.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108727 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]