Presidente Dilma Rousseff: férias na Bahia, otimismo em relação ao crescimento em 2012 e juros mais baixos para estoque de etanol

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Dilma passa Natal em Brasília antes de férias na Bahia 

A presidenta Dilma Rousseff passará o Natal no Palácio da Alvorada, na companhia da família, antes de viajar, na segunda-feira (26), para o Nordeste, onde passa período de férias. A filha Paula, o neto Gabriel e a mãe, Dilma Jane, também devem acompanhar a presidenta no período de descanso na Base da Marinha de Aratú, na Bahia.

Ainda não há confirmação do retorno ao trabalho, mas estima-se que a presidenta retome às atividades na primeira semana de janeiro, nos dias 4 ou 5. Para passar o Natal, Dilma mandou decorar o Palácio da Alvorada.

Hoje, pela manhã, a presidenta preferiu despachar na residência oficial. Ela recebeu a ministra Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e gravou o programa semanal Café com a Presidenta. O principal assunto do programa da próxima semana será um balanço do Plano Brasil sem Miséria.

Estão em reunião com a presidenta os ministros Giberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, e Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais. Eles participam também de um breve balanço sobre os trabalhos da Presidência durante 2011.

A previsão é que a presidenta Dilma permaneça durante toda a sexta-feira no Alvorada.

Em mensagem de fim de ano, Dilma manifesta otimismo em relação ao crescimento em 2012 

Em um pronunciamento de dez minutos, veiculado ontem (23/12/2011) em cadeia nacional de rádio e de televisão, a presidenta Dilma Rousseff passou uma mensagem de otimismo para 2012 aos brasileiros. De acordo com a presidenta, o país está se preparando, tomando medidas para enfrentar as adversidades, caso haja no cenário internacional uma piora da situação econômica.

“Vamos enfrentar todos os desafios para que uma possível piora no cenário mundial não nos traga maiores problemas”, disse a presidenta no pronunciamento.

Dilma lembrou que o ano de 2011 foi de grande prova, mas que 2012 deverá marcar a consolidação do modelo de desenvolvimento brasileiro.

A presidente ressaltou as ofertas de crédito e a redução de impostos como fatores importantes para o desenvolvimento da economia. “Com menos impostos a economia vai crescer mais”, destacou a presidenta.

“Vamos começar 2012 com menos tributos para mais de cinco milhões de pequenas empresas no Simples [unifica a arrecadação dos tributos e contribuições devidos pelas micro e pequenas empresas brasileiras]”, disse a presidenta, acrescentando que “esses pequenos empreendedores também vão ter mais crédito”.

“O governo acaba de reduzir o IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados] de massas, farinhas e pão, o mesmo para o fogão e a geladeira”, ressaltou Dilma.

A presidente Dilma disse ainda que o governo deverá continuar investindo nas políticas sociais e de distribuição de renda e citou os Programa Minha Casa, Minha Vida e Brasil sem Miséria como políticas que devem ser ampliadas.

“Uma coisa especial aumenta minha alegria. O governo vai ampliar políticas de apoio aos mais necessitados”, disse a presidenta.

“O Brasil sem Miséria vai se consolidar em 2012. Localizamos 407 mil famílias extremamente pobres que não tinham sido beneficiadas”, destacou.

A presidenta disse que terá uma luta incessante contra qualquer tipo de desvio e malfeito. “Vamos continuar reforçando valores éticos e morais, transformando o presente e construindo um belo futuro para nossos filhos e netos”, disse a presidenta.

Dilma edita MP que garante juros mais baixos para estoque de etanol 

A presidenta Dilma Rousseff editou hoje (23) medida provisória (MP) que autoriza o governo federal a oferecer juros mais baixos para quem buscar financiamento nos bancos federais para montar estrutura de estocagem de etanol.

De acordo com a Casa Civil, a MP será publicada no Diário Oficial da União da próxima segunda-feira, dia 26.

Os detalhes das condições desses financiamentos foram definidos pelo Ministério da Fazenda, mas não foram divulgados. A intenção do governo é formar um estoque para poder regular a oferta de etanol com preços mais baixos mesmo no período de entressafra da cana-de-açúcar.

Na mesma medida, o governo oferece a instituições financeiras apoio na forma de subvenção para a contratação e acompanhamento de operações de microcrédito produtivo orientado. As taxas de juros, de acordo com o governo, serão definidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110063 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]