Jonas Paulo: Na Bahia dos governos que Aleluia integrou, só tínhamos o direito de bater palmas e dar votos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Diante da afirmação do presidente estadual do Democratas, Carlos Aleluia de que: “A Bahia de Jaques Wagner está virando o patinho feio do Nordeste”, o presidente do PT baiano, Jonas Paulo, reagiu: “A dor de cotovelo de Aleluia é que a Bahia é a bola da vez. Diferente dos governos que ele integrou e defendeu; em que a Bahia foi excluída dos grandes investimentos, que estavam destinados aos complexos Portuários de SUAPE / PE, PECÉM/ CE, e ITAQUI/MA aonde, além da Ferrovia Transnordestina (Pernambuco ao Piauí) e da Rodovia Norte-Sul – a partir do Maranhão, contornando o mapa da Bahia-, e a duplicação das BRs, todos, fora do nosso Estado”, pontuou.

Jonas, fez questão de lembrar também, que foi preciso os Governos Lula, Wagner e agora Dilma, assumirem o comando para que a Bahia pudesse entrar nos trilhos do desenvolvimento, transformando a vida de milhares de baianos através da execução de grandes obras; a exemplo do Porto Sul, da Oeste Leste, da duplicação das BRs 116 e 101, da ampliação do Porto de Salvador e duplicação da Refinaria Landulfo Alves (RLAM), além do arrojado programa de saneamento e habitação que a Bahia tem sido beneficiada. “Ao contrário dos tempos dos governos de Aleluia, em que nós só tínhamos direito a bater palmas, dar os votos e agradecer as migalhas e abandono oferecidos pelos príncipes sulistas”, ironizou o presidente petista.

Sobre Carlos Augusto 9521 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).