Em Feira de Santana, suspeitos de saidinha bancária são feridos após perseguição policial

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Dois homens suspeitos da prática de assalto conhecida como ‘saidinha bancária” foram baleados numa troca de tiros com policiais militares do Pelotão Asa Branca, por volta das 11h30, na rotatória próxima ao Colégio Ana Brandoa, no bairro do Tomba.

Segundo a polícia, Antonio Jonas Almeida Gomes, 21 anos e Ramon Sacramentos dos Santos, 18, estavam com uma moto nas proximidades de agências bancárias e quando perceberam a presença da polícia, evadiram-se em alta velocidade, dando início à perseguição que contou com a participação de várias viaturas da PM.

Os suspeitos foram alcançados e feridos. Os dois foram encaminhados para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e assim que forem liberados serão encaminhados á delegacia.

Um assaltante morre em confronto com a polícia e o comparsa é preso 

Um homem morreu em confronto com policiais militares e outro terminou preso após uma tentativa de assalto no início da tarde desta terça-feira (13/12/2011) no bairro Cidade Nova, em Feira de Santana.

O morto foi identificado Jaquison Alves Santos Venas, 25 anos, conhecido como “Nei Lapinha”, que morava no distrito de Governador João Durval Carneiro (Ipuaçu) e Davi Alves Silva, que reside no Aviário, tentaram assaltar a manicure Ana Paula de Almeida Santos, que estava com o veículo Fiat Strada, vermelho, de placa NTE-8912.

A vítima estava acompanhada da filha, de 15 anos, na rua 2, do bairro Cidade Nova, quando foram surpreendidas pelos bandidos. Eles pediram a chave do veículo e a adolescente acabou tirando a chave da ignição. O sogro da manicure percebeu a ação dos assaltantes e eles iniciaram uma fuga.

Uma guarnição da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi deslocada até o local e um dos bandidos tentou se esconder em uma residência da rua O. Houve troca de tiros e “Nei Lapinha” foi ferido. O comparsa também tentou fugir, mas foi detido e encaminhado até a delegacia. O bandido baleado ainda foi socorrido até o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiu.

Davi contou na delegacia que pretendiam tomar o veículo para cometer outros assaltos no município. O corpo do comparsa foi removido para o Departamento de Polícia Técnica.

Homem é assassinado a tiros e ainda tem os olhos perfurados e orelha decepada 

Dois homens não identificados e montados em uma motocicleta de cor branca, invadiram uma residência e assassinaram com vários tiros Armando Almeida de Jesus, de 34 anos. Além de levar três tiros, a vítima ainda teve os olhos furados, uma orelha decepada e sofreu um profundo corte na cabeça.

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 15h30 desta terça-feira (13/12/2011) na Fazenda Pindobal, no bairro Papagaio. Armando estava dentro da casa da mãe quando percebeu a chegada dos criminosos e tentou fugir por um matagal, mas foi alcançado e executado friamente.

O corpo foi removido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana e será investigado pela 2ª Delegacia, sob o comando do delegado Madson Sampaio.

“Homem que atirou e matou estudante da UEFS, não era pai da garota”, diz delegada 

A estudante universitária Raíssa Cristina Pereira Lemos, 20, foi assassinada em Feira de Santana na segunda-feira (12/12/2011), pelo companheiro dela e não pelo pai, conforme informou nesta terça-feira (13/12/2011), a delegada Ana Virgínia Paim, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), de Feira de Santana.

De acordo com o relato de familiares à delegada, Wilton Marques da Silva, 45, era companheiro de Raíssa há seis anos, quando ela veio de Goiás para a Bahia acompanhada dele. Em Feira de Santana, a jovem teria dito a todos os amigos que Wilton era seu pai, inclusive costumava chamá-lo assim, mas os parentes não souberam explicar a razão. A delegada informou que em função da nova versão, o caso será investigado como crime passional, motivado por ciúmes.

A mãe da jovem, que mora em Portugal, não teve condições emocionais de voltar para reconhecer o corpo, e um tio de Raíssa veio em seu lugar. O corpo da jovem será liberado ainda nesta terça-feira e encaminhado para Anápolis (GO). A família não quis falar com a imprensa. Amigos de Raíssa fizeram homenagens à estudante na rede social Facebook.

O assassinato Raíssa, que era estudante de odontologia na Universidade Estadual de Feira de Santana, foi atingida com um tiro na testa, na segunda-feira, disparado por Wilton, que, em seguida, suicidou-se com um tiro no queixo.

Wilton morreu no local, enquanto Raíssa foi levada pelo Serviço de Atedimento Móvel de Urgência (Samu) para o HGCA. Ela foi submetida à intervenção cirúrgica, mas os médicos suspeitaram de morte encefálica e abriram um protocolo para confirmação. Raíssa morreu antes mesmo desta resposta, segundo informações do centro cirúrgico do hospital.

De acordo com testemunhas, a estudante estava saindo de casa acompanhada de uma amiga, quando foi abordada por Wilton. Eles conversaram por alguns minutos e depois ele deflagrou um tiro em sua testa. Em seguida, encostou a arma no queixo e disparou. Testemunhas afirmam que o assassino estava escondido, à espera da saída da jovem.

*Com informações do Blog Central de Polícia

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113734 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]