Deputado e radialista, Carlos Geilson vai ao plenário da ALBA e fala em cerceamento da liberdade de expressão, pressões e imposições

Carlos Geilson: “Nos últimos meses tenho enfrentado muita dificuldade para lutar em prol da liberdade de expressão e pelo livre exercício da profissão de radialista.".
Carlos Geilson: “Nos últimos meses tenho enfrentado muita dificuldade para lutar em prol da liberdade de expressão e pelo livre exercício da profissão de radialista.".
Carlos Geilson: “Nos últimos meses tenho enfrentado muita dificuldade para lutar em prol da liberdade de expressão e pelo livre exercício da profissão de radialista.".
Carlos Geilson: “Nos últimos meses tenho enfrentado muita dificuldade para lutar em prol da liberdade de expressão e pelo livre exercício da profissão de radialista.”.

Em desacordo com as mudanças editoriais da Rádio Subaé, o deputado estadual Carlos Geilson (PTN) comunicou seu afastamento da emissora na última segunda-feira (12/12/2011). Durante sessão na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (13/12), o deputado falou sobre a saída da emissora.

“Nos últimos meses tenho enfrentado muita dificuldade para lutar em prol da liberdade de expressão e pelo livre exercício da profissão de radialista. Comecei a sofrer imposições, que eu não aceito, não me dobro, nem me entrego. Por isso, optei pelo meu desligamento da rádio, pela qual trabalhei por 26 anos ininterruptos e onde fui muito feliz”, afirma o deputado.

De acordo com Geilson, a emissora feirense começou a adotar posturas que divergem do interesse popular. “Eu não poderia mudar minha conduta e minha posição para satisfazer uma linha editorial, com a qual não concordo. E assim, ao meu entender desapontar os ouvintes e anunciantes, que me deram credibilidade e audiência durante todos esses anos”, explica.

No entanto, o deputado não deixou de ressaltar o respeito e a liberdade que o ex-deputado federal e empresário Pedro Irujo sempre fez questão de manter durante todo o tempo em que esteve à frente desta emissora. “Tenho que fazer justiça ao ex-deputado que nunca impôs a sua vontade e sempre nos deu livre arbítrio. Mas, infelizmente com o seu afastamento, a linha editorial começou a seguir um preceito rígido, que entendo não ser a mesma do povo”.

Diversos parlamentares manifestaram solidariedade ao deputado e desejaram boa sorte nessa nova empreitada que começa no próximo dia 2 de janeiro, na Rádio Transamérica FM 99.5 (antiga Eldorado), das 5:30 às 8 da manhã.

Leia +

Deputado e radialista, Carlos Geilson emite nota afirmando que sai da Rádio Subaé após 26 anos de serviços prestados

Contrato entre rádio Povo e o deputado Carlos Geilson é desfeito, e radialista permanece na rádio Subaé

Presidente da Rede Nordeste de Comunicação, Luiz Pedro Irújo, comenta sobre mudanças na programação da rádio Subaé e fala em isenção jornalísta

Deputado Carlos Geilson se sente pressionado para aderir ao governo ao mesmo tempo em que perde o comando jornalístico do programa de rádio

Radialista Carlos Lima fala sobre a possibilidade do deputado Carlos Geilson ingressar no comando de um dos programas da Povo AM

Vereadores de Feira de Santana destacam ida de Carlos Geílson para rádio Povo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9975 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).