Agência rebaixa nota de risco de sete bancos europeus e americanos

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.

A agência de classificação de risco Fitch rebaixou a nota de crédito de sete dos principais bancos europeus e americanos, citando os “crescentes desafios” do mercado financeiro.

A nota de longo prazo dos bancos Barclays, da Grã-Bretanha, e Crédit Suisse, da Suíça, caiu dois níveis e passou de AA- para A.

Já os americanos Bank of America, Citigroup e Goldman Sachs, o francês Paribas e o alemão Deutsche Bank tiveram a sua avaliação de longo prazo reduzida em um nível.

As mudanças “são resultado tanto de eventos econômicos como de uma miríade de mudanças no setor regulatório”, justificou a Fitch, terceira maior agência de classificação de risco.

A decisão vem um mês depois de as duas maiores agências, Standard & Poors e Moody’s, também reduzirem as notas do setor bancário a partir de uma revisão levando em conta as lições da crise financeira.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10095 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).