Presidente Dilma Rousseff trata apenas de temas de interesse do governo no Congresso em reunião de coordenação política

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12
Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12

Na reunião de coordenação política hoje (16/11/2011), no Palácio do Planalto, a presidenta Dilma Rousseff tratou dos projetos que o governo tem interesse em ver aprovados ainda este ano. No rol de propostas que estão tramitando na Câmara e no Senado está a prorrogação da Desvinculação de Receitas da União (DRU), o Código Florestal e a criação do Fundo de Pensão do Funcionalismo Público.

De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Rodrigo Baena, o governo acredita que conseguirá aprovar na próxima semana, na Câmara, a prorrogação da DRU, instrumento que permite ao governo federal usar livremente 20% das receitas de tributos federais, como impostos e contribuições sociais. Ela foi criada em 1994 no governo do ex-presidente Itamar Franco e prorrogada por diversas vezes. Para ter validade, a proposta também precisa ser aprovada no Senado antes do fim do ano.

Além disso, o governo também quer que o Senado vote o Código Florestal ainda este mês. Quanto ao fundo de pensão do funcionalismo público, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que será possível votar até o final deste ano.

No início da reunião, o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, fez a explanação habitual sobre a conjuntura econômica internacional. Geralmente, a explicação é feita pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, que hoje não participou da reunião.

Estavam presentes a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, a ministra do Planejamento, Míriam Belchior, além dos líderes do governo no Congresso, José Pimentel, e na Câmara, Cândido Vaccarezza.

A reunião não tratou da situação do ministro do Trabalho, Carlos Lupi. De acordo com o porta-voz, Lupi se reuniu hoje, no final da manhã com a presidenta Dilma para explicar as suspeitas de uso de um avião cedido por uma organização não governamental no Pará, conforme reportagem da revista Veja.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 122986 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.