Polícia da Bahia registra 138 fugas de delegacias em 48 horas

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A insegurança vem tirando o sono dos baianos. No último final de semana 138 detentos fugiram das delegacias do estado da Bahia. Com uma população carcerária excedente, algumas delas estão abrigando uma população seis vezes maior, como é o caso de Barreiras, de onde fugiram 82 detentos, dentre os 172, em uma delegacia com suporte para 28.

Nesta terça-feira, 29, em sessão na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Carlos Geilson (PTN) falou sobre a necessidade de aumentar o número de delegacias no estado. “Faltam espaços para abrigar esses presos. Precisamos criar mais delegacias para garantir condições básicas para essas pessoas”, afirma o deputado.

No entanto, Carlos Geilson acredita que, para resolver esse problema carcerário, não basta apenas aumentar o número de delegacias, mas criar políticas para evitar a reincidência. “Precisamos ressocializar esses indivíduos, para reintergrá-los a sociedade”, afirma o deputado.

A população carcerária em delegacias na Bahia é de aproximadamente 5.800 pessoas, sendo 4.500 no interior do estado e 1.300 na capital e região metropolitana, segundo dados da Polícia Civil. Das 138 fugas registradas no final de semana, 37 homens escaparam da 1ª Delegacia e outros 15 da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), em Salvador. As duas unidades funcionam no Complexo Policial dos Barris, centro da cidade, e as fugas ocorreram no início da manhã de domingo, 27.

Em Porto Seguro, um detento matou a tiros um soldado da Polícia Militar durante fuga ocorrida no sábado. Segundo informações da polícia, um preso fingiu estar passando mal para conseguir atrair o carcereiro até a cela. Ao se aproximar, o funcionário foi rendido pelo detento que estava armado. O PM tentou conter a fuga, mas acabou sendo baleado. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu aos ferimentos. O policial, que tinha 20 anos de serviços prestados à corporação, foi enterrado no domingo, em Itabuna.

O último caso de fuga registrada no interior do estado foi na cidade de Almadina, onde três presos conseguiram escapar durante a madrugada desta segunda-feira, 28. Eles serraram grades e utilizaram uma corda feita com lençóis.

Na 1ª Delegacia, em Salvador, 77 presos ocupavam o espaço destinado a apenas 37. Na DTE, 70 pessoas estavam custodiadas onde cabiam 35.Em Porto Seguro, 144 detentos dividiam celas onde a capacidade ideal é para 60 presos.

Em Barreiras, apenas 12 dos 82 fugitivos foram localizados. Em Salvador, são 15 recapturados – 12 que escaparam da 1ª Delegacia e mais três da DTE. O fugitivo de Porto Seguro ainda não foi localizado.

De acordo com a Polícia Civil, o procedimento correto é que os presos permaneçam custodiados em delegacias quando há prisão em flagrante – permanecendo no local por 24h ou 48h até que o juiz defina a situação – ou em casos de prisão preventiva, por alguns dias, a fim de concluir as investigações.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123105 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.