O Novembro Negro da fundação Pedro Calmon oferecerá nas bibliotecas públicas uma programação voltada para o incentivo da cultura Negra

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Com exibição de filmes e documentários, exposições, apresentações teatrais, poéticas e debates, o ‘Novembro Negro da Fundação Pedro Calmon’ oferecerá, nos espaços das bibliotecas públicas, uma programação extensa e especial voltada para o incentivo e valorização da cultura negra e africana no mês da consciência negra.

As comemorações terão início no sábado (05/11/2011), às 9h, com a IV Lavagem da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, nos Barris, e encerram-se no dia (28/11), com a presença de personalidades negras, como a juíza Luislinda Valois, a historiadora e yalorixá Cecília Soares, o historiador Ubiratan Castro, o antropólogo Wilson Caetano, a cantora e pesquisadora do samba Juliana Ribeiro e o compositor Roque Ferreira. Além disso, haverá um recital poético com atores do Bando de Teatro Olodum e concluindo as comemorações, a partir das 20h, no quadrilátero da Biblioteca Pública, shows de Lazzo Matumbi, Opanijé e Magary Lord.

Papo Afro

Com o tema cultura africana, o Papo Afro traz escritores e convidados para uma conversa informal nas bibliotecas. A programação começa no próximo dia (09/11), às 10h, na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML). A convidada será a pedagoga e escritora Iray Galrão, conhecida por suas publicações voltadas ao universo infantil, como os livros ‘Anjinho Jojó’ e ‘Lendas africanas’, e pela sua atuação na luta antirracismo. No dia (13/11), às 11h, no mesmo lugar, será a vez do desenhista Antônio Cedraz, criador e autor da Turma do Xaxado.

Na Biblioteca Anísio Teixeira, localizada à Ladeira de São Bento, o Papo Afro acontece nos dias (11 e 18/11), sempre às 14h, e contará com a participação da jornalista Jaqueline Barreto, autora do documentário ‘Ser Quilombola’, e de atores do filme Besouro.

Já no dia (21/11), a partir das 14h, será a vez da Biblioteca Juracy Magalhães Junior, no Rio Vermelho, receber o Papo Afro. As participações ficam por conta dos atores do espetáculo As Feministas de Muzenza.

Mostras

Tendo a arte como um instrumento de fortalecimento e afirmação das identidades negras/africanas reorganizadas no Brasil e nas américas, a exposição Ori Orixá, do artista plástico Rodrigo Siqueira e do antropólogo Vilson Caetano, estará disponível para visitação no foyer da Biblioteca Pública do Estado, entre os dias (11 e 30/11) deste mês, das 8h30 às 21h. A mostra traz 18 peças baseadas em pesquisas etnoantropológicas de culturas africanas demonstradas em técnicas mistas de escultura.

Semana Bem Afro

Promovida pela Biblioteca Infantil Monteiro Lobato e pelo movimento Blackitude: vozes negras da Bahia, a Semana Bem Afro ocorre entre os dias (22 e 27/11), com lista de atividades relacionadas à temática racial incluindo filmes, debates, oficinas e apresentações artísticas, em sua programação, sempre às 14h. Para mais informações sobre toda a programação do Novembro Negro acesse o site da Fundação Pedro Calmon.

*Com informações:  Secom BA

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121835 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.