Governo Tarcízio Pimenta implanta ‘turnão’ na Prefeitura de Feira de Santana

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

As repartições públicas municipais de Feira de Santana estão funcionando em regime de turnão, das 07h30 às 13h30, ininterruptamente. A medida, instituída pelo Governo Municipal através do decreto 8.410, de 19 de outubro de 2011, deve gerar uma economia de R$ 450 mil por mês, que serão aplicados em novos investimentos para o Município.

De acordo com o secretário municipal da Administração, João Marinho, os recursos gerados com o novo regime de atendimento serão revertidos em obras de pavimentação, tecnologia, dentre outros. “Cada vez que o serviço público economiza, os cidadãos ganham novas melhorias, já que a aumenta a disponibilidade de recursos. Assim, o Governo pode atender um número maior de demandas, reduzindo as carências do Município”, afirma.

João Marinho destaca que o atendimento em turno único tem como intuito gerar economia de gastos com o funcionamento da máquina pública, sem acarretar prejuízos à comunidade e ao servidor público.

“O atendimento em turno único aconteceu no ano passado e implicou em resultados positivos. A Administração tem por obrigação economizar gastos para novos investimentos mantendo efetivamente a mesma quantidade de horas de atendimento ao público externo. Com o turnão reduzimos gastos com telefone, vale transporte, água, energia, combustível, dentre outros, sem trazer nenhum prejuízo para o servidor”, explica.

A professora Rosana Vieira Brito aprova a medida. “Com o atendimento sendo iniciado um pouco mais cedo, as pessoas podem procurar a secretaria antes de ir ao trabalho. No meu caso, por exemplo, que começo a trabalhar às 8 horas, já consegui resolver uma pendência no Procon logo cedo e agora sigo para o trabalho mais tranqüila”, afirma.

O contador João Pedro lembra que os servidores públicos também são beneficiados com o turnão. “O funcionamento das repartições em um turno sem interrupção é muito positivo para a comunidade. Primeiro porque o atendimento ao público começa mais cedo e segundo porque possibilita os trabalhadores resolverem problemas também no horário de almoço, já que as repartições ficam abertas até às 13h30”, finaliza.

Os serviços e atividades que demandem atendimento continuado, ou mediante escalas de turnos sucessivos e regime de plantão, a exemplo das unidades de Saúde, limpeza pública e equipamentos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, a exemplo dos CRAS, CREAS e Casa dos Conselhos.

Capacitação para Guarda Municipal no 35 BI

Mais de 30 guardas municipais participam nesta terça-feira (01/11/2011) do curso de capacitação sobre o uso de armas não letais, desocupação de área e controle de vias, no 35º Batalhão de Infantaria. A preparação tem carga-horária de 12 horas, entre aulas teóricas e práticas. A iniciativa é desenvolvida através de uma parceria entre a Prefeitura de Feira de Santana, 35 BI, e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O tenente Abiaru Guerreiro explica que a capacitação é fundamental para o desempenho das atividades dos guardas municipais. “Eles serão treinados para atuar nas mais diversas situações na área de segurança. Pela manhã os prepostos terão aulas teóricas e a tarde vão receber treinamento prático com alguns equipamentos que foram cedidos pele PRF”, explica.

O comandante da Guarda Municipal, Marcos Vinicius Alves, destaca que a corporação tem buscado se atualizar constantemente com o objetivo de melhor atender a sociedade. “Hoje a instituição ocupa posição de destaque como força de segurança na região do nordeste e tornou-se referência no país. Iremos treinar a utilização de granada de gás, luminosidade e fumaça”, informa.

Ideb em 2011 deve superar meta projetada, investimentos no setor devem elevar o índice na rede municipal

A meta do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) projetada pelo Ministério da Educação para Feira de Santana em 2011 é de 3.6. Mas a expectativa do secretário municipal de Educação, José Raimundo de Azevedo, e de representantes do Conselho Municipal de Educação é que esse índice seja bem maior, por conta dos investimentos feitos no setor nos últimos três anos.

De acordo com o secretário, existem cinco fatores fundamentais para a melhoria do desempenho na Educação Básica. “É preciso, primeiro, convocar a família a participar ativamente da vida escolar de seus filhos; segundo, melhorar as instalações oferecendo infraestrutura adequada para o ensino e aprendizado; terceiro, capacitação de todo pessoal do magistério; quarto, gestão e por fim investir em ações de estímulo do gosto pela leitura”, pontua.

José Raimundo destaca, ainda, que todos os fatores estão sendo atendidos pelo Governo Municipal. “A Educação tem recebido atenção especial com a aplicação de investimentos que são indispensáveis para o desenvolvimento do setor. Além das melhorias nas escolas, distribuição de fardamento, implantação de projetos, a Secretaria de Educação está elaborando a Proposta Curricular das Escolas do Município, que visa elaborar estratégias e ações em conformidade com a realidade dos alunos do campo e da cidade”, informa.

O IDEB foi criado no ano de 2005 e os números apresentados na edição semanal da revista Veja, “Especial Cidades”, são referentes ao período compreendido entre os anos de 2007 a 2009. O secretário lembra que a próxima avaliação será feita em 2011. “Todas as ações para melhoria das escolar irá refletir em bom desempenho dos estudantes na avaliação”, ressalta.

O setor continuará recebendo mais investimentos da atual gestão. Segundo o secretário José Raimundo, no próximo ano novos programas educacionais e de estímulo à leitura serão implantados nas unidades de ensino, os estudantes da rede municipal serão contemplados com a distribuição gratuita de kits de material didático e fardamento, as escolas receberão, ainda, computadores e lousas digitais para modernização do ensino e melhoria do aprendizado.

Vacinação contra a raiva animal, a campanha já foi iniciada em várias localidades

Cem postos de vacinação deverão ser disponibilizados na zona urbana de Feira de Santana no “Dia D” da campanha antirrábica, no dia 19 de novembro. Mas antes desta data, donos de cães e gatos que moram em localidades distantes do centro da cidade podem conduzir os animais aos postos de vacinação, definidos conforme programação da campanha elaborada pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Nesta terça-feira (01/10/2011), a vacinação está acontecendo no conjunto José Ronaldo de Carvalho, onde equipes volantes estão atuando na unidade do Programa de Saúde da Família (PSF) do bairro Novo Horizonte e no ponto de apoio da dengue, instalado na Associação Feirense de Assistência Social (Afas), no bairro Campo Limpo.

Já na quinta-feira (03/11/2011) a campanha prossegue com equipes volantes no bairro Caraíbas, no conjunto Feira IX, na Associação de Moradores da rua A e também no bairro Rua Nova, na Associação Amorim.

A vacinação será suspensa na sexta-feira (04/11/2011), quando estará sendo planejada a segunda etapa da campanha antirrábica na zona rural, que acontece neste sábado (05/11/2011) nos distritos de Jaguara (PSF), Bonfim de Feira (PSF e equipe volante), Governador João Durval Carneiro (Salão Polivalente), Maria Quitéria (PSF I, II e equipe volante), Matinha (PSF, Igreja Candeal II, Escola Municipal Beatriz de Brisco e equipe volante) e Tiquaruçu (PSF e volante).

A imunização ocorrerá ainda nas localidades de Galhardo, São Cristóvão, Pedra Ferrada, Pé de Serra e Alecrim Miúdo. De acordo com a coordenadora do CCZ, Mirza Carvalho, estão sendo vacinados em média 300 animais por dia.

“É no Dia D que conseguimos imunizar um grande número de animais, aproximadamente 50 mil. Na primeira semana da campanha, foram imunizados 8.428 cães e gatos. A meta do município é imunizar 74 mil animais, e estamos nos empenhando para atingir esta meta, mas precisamos do apoio da população”, ressalta, acrescentando que “o município não registra casos de raiva animal desde 2004 e casos de raiva humana desde 2001”.

Nova mídia publicitária mercado feirense

O mercado publicitário de Feira de Santana passa a contar com um novo equipamento para otimizar os investimentos em comunicação. Trata-se da TV Door, formada por um painel de LED abrigado em um caminhão, com imagem de qualidade digital. O produto foi apresentado pela Bahia Mídias Alternativas, pertencente ao grupo Feira Signs, na manhã desta terça-feira (01/11/2011), no Espaço Ville Gourmet.

Na oportunidade, o prefeito Tarcízio Pimenta parabenizou os empresários locais pela iniciativa e, sobretudo, por trazerem produtos de primeira linha à cidade. “A TV Door é mais um equipamento útil na divulgação de eventos e shows, e representa uma inovação para o mercado publicitário de Feira de Santana”, considera.

O equipamento se destaca pela mobilidade, tanto que irá circular por diferentes pontos, permanecendo cerca de quatro horas em cada local. Segundo o diretor comercial da Feira Signs, Elvis Aaron, a TV Door vai passar por três pontos todos os dias, a exemplo das avenidas Getúlio Vargas, João Durval Carneiro e Presidente Dutra.

“Vários pacotes já foram vendidos no lançamento da TV Door. Fechamos com 14 empresas e a nossa perspectiva é muito boa com relação ao mercado de Feira de Santana. Esta é a maior tela disponível na região Nordeste”, afirma Aaron.

O evento também contou com a presença do ex-deputado federal Colbert Martins e secretários municipais de Comunicação Social, Fabrício Almeida, e de Relações Interinstitucionais, Nivaldo Vieira.

Sete ruas de Humildes ganham pavimentação

As melhorias inclusas no primeiro pacote de obras lançado pela Prefeitura de Feira Santana, no valor de R$ 6 milhões, se espalham cada dia mais pelos bairros, distritos e povoados de Feira de Santana. Mais uma localidade foi contemplada com pavimentação em paralelepípedo. Na manhã desta terça-feira (01/11/2011), o prefeito Tarcízio Pimenta autorizou o início da obra nas ruas Helinho, Teles, São Francisco, Ipanema, Sítio Novo, Travessa Santo Antônio e 1ª Travessa Elinho, no distrito de Humildes.

O calçamento das sete ruas e travessas totalizam um investimento da ordem de R$ 347.029.50 nos 6.570 metros quadrados de vias públicas. A obra será executada pela Empresa Ramos Construções e Representações Ltda., contratada pelo Governo Municipal através de licitação pública, dentro de 120 dias.

Moradora da rua Helinho, a dona de casa Tereza Ferreira diz que reivindica o serviço ao Governo Municipal desde 2008. “Já fizemos de tudo, mas só conseguimos o calçamento de nossa rua agora. No verão a gente sofre com a buraqueira e quando chove com a lama. O prefeito nos prometeu e cumpriu. É um homem de palavra”, afirma.

O início da obra na rua Teles também foi motivo de alegria para a dona de casa Jaciara Lacerda, que reside no local há um ano. “Nossa rua tem crateras enormes, que surgiram com as chuvas dos últimos dias. Esperamos nos livrar desse problema e da poeira com o calçamento”, declara.

Em seu pronunciamento, o prefeito Tarcízio Pimenta destacou que o distrito de Humildes tem sido contemplado com uma série de obras nos últimos dois anos e meio. “E no próximo ano vamos construir uma escola municipal no distrito, no valor de R$ 2 milhões”, informou.

Também participaram do início das obras o vereador José Marques de Messias, secretários municipais de Habitação e Regularização Fundiária, Gilberto Ruy Souza; de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro; e de Agricultura e Recursos Hídricos, Ozeny Moraes.

SMTT fiscaliza serviço de mototáxi

O sistema de mototáxi em Feira de Santana é fiscalizado diariamente. A medida visa garantir a segurança dos usuários e coibir abusos por parte dos permissionários ou exploração indevida do serviço. A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) apreendeu, somente neste ano, 36 motos que apresentavam irregularidades, como falta de documentação, licenciamento atrasado, além de clonagem das motocicletas.

No último sábado (29/10/2011) prepostos da SMTT apreenderam a motocicleta de Marcos de Jesus por suspeita de comercialização ilegal de vagas em um dos pontos reservados para o serviço de mototáxi, no Centro de Abastecimento.

Segundo o superintendente de Trânsito, Denílson Santiago, oito veículos do órgão são destinados às equipes de fiscalização. “Nosso principal objetivo é garantir a segurança da população. Se houver clonagem de motos que fazem parte do serviço de mototáxi, o veículo será apreendido, descaracterizado e, em seguida, será aberto um processo de sindicância para apurar os fatos”, ressalta.

SMS monitora casos de coqueluche, adultos são principais fontes de transmissão da doença a bebês

Todos os casos suspeitos de coqueluche notificados em Feira de Santana estão sendo devidamente monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Divisão de Vigilância Epidemiológica (Viep). A medida garante a quebra da cadeia de transmissão da doença, cujos casos confirmados este ano totalizam 51. O número de notificações registradas foi de 178, com 75 casos descartados e 52 aguardam o resultado do Laboratório Central da Bahia (Lacen).

A chefe da Viep, Janice Estrela, observa que todas as medidas necessárias para o controle da coqueluche em Feira de Santana estão sendo adotadas. Ela faz um alerta aos pais e responsáveis por crianças. “Infelizmente as crianças são as principais vítimas da doença. Por isso, é imprescindível manter o calendário vacinal em dias e garantir a imunização delas com a vacina DTP, que previne a coqueluche, tétano e difteria” ressalta.

Segundo Janice Estrela, a dose está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e postos do Programa de Saúde da Família (PSF). “A vacina deve ser aplicada aos dois, quatro e seis meses de vida da criança. Com um ano e três meses, ela deve receber o primeiro reforço, e entre os quatro e seis anos, o segundo reforço”, informa.

Ela explica que a coqueluche pode acometer pessoas que tenham sido vacinadas na infância. “Isso porque a imunidade começa a cair cinco anos após a vacinação. Quem já tomou a vacina na infância tem sintomas mais leves, mas continua infectando outras pessoas. Por isso, os adultos têm contaminado bebês no primeiro ano de vida sem vacinação ou imunização incompleta”, salienta.

Ainda de acordo com Janice Estrela, tosse contínua e seca por mais de 14 dias caracteriza a doença. “Se a pessoa já começou a tomar antibiótico ou demorou a procurar o médico, é difícil confirmar o diagnóstico em exame de cultura. É importante vigiar e investigar sintomas. Muitos pais e avôs terminam contaminando seus bebês sem se dar conta disso”, destaca.

A coqueluche é uma doença bacteriana que atinge o sistema respiratório cujas complicações – convulsões, pneumonias e encefalopatias – podem levar o indivíduo a óbito. Tosses prolongadas e incontroláveis, que podem levar a criança a engasgar-se, são sintomas característicos da doença, cuja transmissão se dá por meio de gotículas de saliva. O tratamento consiste no uso de antibióticos prescritos por infectologistas.

Máquinas destinadas para zona rural, pequenos agricultores cumprem a tradição do plantio do feijão

A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos (Seagri), está disponibilizando aos pequenos agricultores da zona rural de Feira de Santana suporte para a aragem do solo. As máquinas estão atuando nas localidades de Carro Quebrado e Água Grande, no distrito de Maria Quitéria; Poções e Terra Dura, em Humildes, e Lagoa da Pedra, no distrito de Jaíba.

De acordo com o secretário de Agricultura, Ozeny Moraes, em alguns locais nesta época do ano se cumpre a tradição do plantio do feijão de corda, também conhecido como feijão de arranque “É importante esse auxílio para o pequeno produtor, que planta o grão de subsistência para o sustento das famílias, enquanto aguarda o plantio tradicional de inverno. Dentro de mais ou menos 45 dias teremos a colheita do feijão”, destaca.

Ozeny Moraes ainda avalia como extremamente positiva para zona rural, as chuvas que caíram na região nos últimos dias “O campo está revitalizado. As mais de 600 aguadas e barragens estão abastecidas, favorecendo a manutenção dos animais que já estavam morrendo de sede. Houve também o rebroto das pastagens e ressurgimento dos aqüíferos, importante para a sobrevivência da cultura da mandioca”, ressalta.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110932 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]