Foram presos na manhã desta quarta-feira, dois acusados de terem matado o policial Caio César Silvestre Nascimento no mês de novembro deste ano

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Policiais da 2ª Delegacia, comandados pelo delegado Madson Sampaio, prenderam na manhã desta quarta-feira (09/11/2011), dois acusados do assassinato do policial militar Caio César Silvestre Nascimento, 35 anos, na madrugada do dia 22 de setembro deste ano.

Os acusados são Cristiano Souza da Silva, 22 anos, o “Nengo”, e Leonardo Moraes Silva, 18, o “Titio”. Na delegacia, Cristiano afirmou que conhecia Caio César, mas não sabia que ele era policial.

“ A gente usava crack há muito tempo, e no dia do crime, ele tinha comprado duas pedras, e uma tinha sumido. Ele (o policial) abotoou a camisa do meu colega (Titio) falando que se a pedra não aparecesse, que mataria nós dois. Ai, eu fui em casa, peguei o revólver e deflagrei três tiros nele”, confessou Cristiano.

Os acusados foram ouvidos e como não houve flagrante foram liberados. O inquérito será encaminhado para a justiça e o delegado Madson Sampaio pedirá a prisão preventiva dos envolvidos.

O crime

O policial militar Caio César Silvestre Nascimento, 35 anos, que era lotado no CAEL (Catinga) e estava afastado da função, foi assassinado com vários tiros de revólver, na madrugada do dia 22 de setembro deste ano, por volta de 1h, na rua Antonio Silva de Carvalho, no bairro Campo Limpo.

Segundo investigadores do Núcleo de Homicídio, que compareceram ao local do crime, afirmaram que, o policial discutia com uma mulher (desconhecida), quando os quatro homens armados com revólveres se aproximaram e deflagraram tiros acertando em diversas partes do corpo.

Políciais Militares, comandados pelo capitão Neves, desarticularam uma quadrilha que aplicava golpe contra o Seguro Desemprego

Policiais militares comandados pelo capitão Neves, desarticularam uma quadrilha de falsificadores do seguro desemprego e outros programas, na tarde desta quarta-feira (9/11/2011). As operações da PM foram realizadas no bairro Jomafa e no centro de Feira de Santana.

Segundo a polícia, 15 pessoas estão envolvidas, incluindo um contador. Todos foram conduzidos para a 2ª Delegacia para serem interrogados e seus nomes ainda não foram divulgados. Uma denúncia anônima, revelou para a polícia, a existência de um escritório localizado na rua Desembargador Filinto Bastos (antiga rua de Aurora), “ onde pessoas emprestavam os nomes para que estelionatários falsificassem o Seguro Desemprego, em troca de uma parcela no valor de R$ 750”. Um dos integrantes da quadrilha foi preso no interior de uma casa lotérica, quando sacava uma das parcelas do seguro.

O golpe

De acordo com a polícia, o grupo criava uma empresa fantasma, admitia os “laranjas” e após alguns meses os demitiam. Os “demitidos” davam entrada no seguro desemprego, ficavam com a primeira parcela e repassavam as parcelas seguintes para os estelionatários. Os policiais militares conseguiram apreender centenas de documentos pessoais, cartões dos programas Cartão Cidadão e Bolsa Família, carteiras de trabalho, CPUs, talões de cheques e cartões de créditos falsificados, em nome de um dos integrantes da quadrilha.

Políciais da Delegacia Especializada em Combate a Roubo de Cargas, apreenderam a acusada de participar de um crime bárbaro contra caminhoneiro no mês de março na BR 116

Uma tentativa de latrocínio ocorrida no mês de março deste ano, na BR-116, contra um caminhoneiro, foi elucidada pela equipe de policiais da Delegacia Especializada em Combate a Roubo de Cargas (Decarga), de Feira de Santana.

O caminhoneiro Carlos Eduardo de Sena, foi assaltado no pátio do posto Trevo, levado até a BR-116, levou coronhadas e um tiro na nuca. Não satisfeitos, os criminosos ainda atearam fogo na vítima, que foi socorrida com vida e encontra-se internada no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, com 70% do corpo queimado.

Cumprindo mandado de busca e apreensão, a polícia localizou a acusada Marceli Izidora Pereira, na rua Álvares de Azevedo, no Parque Panorama. O esposo dela, Paulo Henrique Lopes, também acusado, está foragido. Segundo a polícia, o casal morava em São Gonçalo dos Campos e se mudou para Feira de Santana.

Segundo o delegado João Rodrigo Uzzum, titular da Decarga, o casal foi reconhecido por uma testemunha e também aparece em imagens gravadas do circuito de segurança do restaurante do posto, localizado no bairro do Tomba.

A prisão de Marceli e Paulo Henrique foi decretada pela juíza Isabella Santos Lago, titular da 3ª Vara Crime de Feira de Santana.

Relembre o crime

O motorista Carlos Eduardo de Sena, foi vítima de tentativa de latrocínio no dia 28 de março deste ano após estacionar a carreta composta por cavalo mecânico, de placa ARG-7966, e semi-reboque, placa AMD-0568, carregada de cabos elétricos avaliados em mais de R$ 300 mil, no posto Trevo, no bairro do Tomba, em Feira de Santana.

Segundo a polícia, o carreteiro foi abordado por um homem, no pátio do posto, que após anunciar o assalto obrigou a vítima a conduzir a carreta até a BR-116, nas proximidades da Estrada do Feijão.

Crueldade

No local, havia um veículo Gol, conduzido por uma mulher, e com a ajuda de um segundo homem, desatrelaram o semi-reboque e passaram a agredir Carlos Eduardo, a coronhadas de revólver no rosto, provocando cegueira no olho esquerdo. Em seguida, deflagraram um tiro na nuca da vítima. A polícia informou que a bala atravessou a cabeça e saiu pelo olho direito, provocando cegueira total na vítima.

Ainda com a vítima em seu poder, os bandidos abandonaram o semi-reboque com a carga intacta, na BR-116 Sul. Depois retornaram até São Gonçalo dos Campos com o cavalo mecânico e retiraram todo o combustível do veículo.

Depois disso, de acordo com a polícia, os bandidos seguiram com a vítima até o entrocamento da BR-101, próximo a Conceição da Feira, jogaram gasolina no corpo do motorista e atearam fogo. Mesmo ferido, Carlos Eduardo conseguiu sair do veículo e foi socorrido por policiais militares.

Ele recebeu os primeiros socorros no hospital municipal de Conceição da Feira e gravemente ferido, foi transferido para o HGE.

*Com informações: Blog Central de Polícia

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108703 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]