Em Feira de Santana, vereador confirma uniformidade dos preços na aquisição dos semáforos

Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12
Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12

O líder do governo Maurício Carvalho apresentou na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (23/11/2011), o documento assinado pelo conselheiro relator do Tribunal de Contas do Município (TCM), Raimundo Moreira, autorizando a aquisição dos conjuntos semafóricos pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

A compra dos equipamentos foi realizada mediante inexigibilidade de licitação, dada a exclusividade da empresa Tráfit Indústria e Comércio Ltda. O líder destacou que o processo de inexigibilidade autorizado pelo TCM é realizado em vários estados brasileiros.

Maurício Carvalho também apresentou as notas fiscais da revenda dos semáforos nas cidades de Feira de Santana e Salvador. O vereador esclareceu que em Feira o kit semafórico com sinalização de tempo (tipo casulo LED) custou R$ 6.873,90.

“Pelo mesmo valor, R$ 6.873,90, o semáforo foi vendido para Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador. A nota fiscal comprova a uniformidade dos preços. Não há diferença no preço dos serviços contratados em Feira de Santana e outras cidades”, ressalta Maurício Carvalho.

Nas notas fiscais também consta o preço dos materiais utilizados para montagem dos conjuntos semafóricos, ratificando a uniformidade da tabela para os municípios.

Sobre Carlos Augusto 9505 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).