Em Feira de Santana, ex-prefeito Joselito Amorim é homenageado com a Comenda Maria Quitéria

Justiniano França, José Ronaldo e Joselito Falcão de Amorim.
Justiniano França, José Ronaldo e Joselito Falcão de Amorim.
Justiniano França, José Ronaldo e Joselito Falcão de Amorim.
Justiniano França, José Ronaldo e Joselito Falcão de Amorim.

A Câmara Municipal de Feira de Santana realizou sessão solene na noite da sexta-feira (04/11/2011) para condecorar o ex-prefeito Joselito Falcão de Amorim com a Comenda Maria Quitéria, homenagem proposta pelo vereador Justiniano França (DEM), que também dirigiu os trabalhos em substituição ao presidente Antônio Francisco Neto – Ribeiro (PDT).

A Mesa foi composta pelo homenageado, sua esposa Arlete Leão de Amorim; secretário municipal de Educação, José Raimundo Pereira de Azevedo, representando o prefeito Tarcízio Pimenta; vice-prefeito Paulo Aquino e ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho. Representantes de diversas entidades e instituições da cidade, políticos, advogados, profissionais de imprensa e membros de outros segmentos da comunidade compareceram a solenidade.

A saudação foi feita pelo vereador Justiniano França que destacou a trajetória do novo comendador como professor e político, enfatizando seu compromisso com o desenvolvimento de Feira de Santana e do seu povo. “O nosso homenageado é uma pessoa bastante conhecida na área educacional e também como homem público, onde em virtude de suas funções prestadas destacou-se bastante”, pontuou.

Joselito Falcão de Amorim nasceu em Feira de Santana em 4 de setembro de 1919, exerceu diversos cargos públicos como diretor da Companhia de Habitação e Urbanização da Bahia e membro do Conselho do Tribunal de Contas dos Municípios, tendo sido prefeito, empossado, por ocasião do Golpe Militar de 1964, substituindo o prefeito eleito e deposto pelo regime de exceção, Francisco Pinto, e permanecendo no cargo até 1967.

Em seu discurso permeado pela emoção, o laureado fez referência a passagens históricas de relevância para Feira de Santana, destacou a importância dos familiares para sua formação pessoal e profissional, afirmando: “esta homenagem não é para mim, mas sim para todos aqueles que me permitiram estar aqui, as pessoas que me tornaram gente”.

O professor Joselito Amorim enfatizou o papel exercido por Maria Quitéria durante as lutas pela independência do Brasil, antes mesmo ele falou sobre o significado do desligamento entre nosso país e Portugal, dizendo que tenha ou não acontecido o fato histórico conhecido Grito do Ipiranga, o mais importante foi a conquista brasileira. Antes de encerrar seu discurso, ele disse se sentir lisonjeado por receber uma homenagem que elava o nome da heroína feirense.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112616 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]