Deputado federal Emiliano José destaca importância da IV Conferência Estadual de Cultura da Bahia

Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12
Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12

Em pronunciamento na Câmara, o deputado federal Emiliano José (PT-BA) destacou a importância da IV Conferência Estadual de Cultura da Bahia. O encontro será realizado entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, e reunirá as propostas resultantes das conferências territoriais de cultura. Ao todo, foram realizados 26 encontros da etapa territorial nos meses de setembro e outubro.

Segundo o deputado, as conferências vêm sendo concretizadas pelo Governador Wagner num gesto profundamente democrático, e que tem envolvido milhares de criadores culturais. “As conferências são instrumentos importantes de construção coletiva e de formulação e implementação de políticas públicas, integrando os poderes públicos e a sociedade, além de articular os segmentos, organizações e instituições da cultura nas localidades e entre os territórios, fortalecendo o Sistema Estadual de Cultura”, afirmou o parlamentar.

Com o tema “Planejar é preciso: consolidação dos planos de cultura”, a IV Conferência Estadual de Cultura da Bahia terá o objetivo de criar as condições para a formulação dos Planos Municipais, Territoriais e Estadual de Cultura, compreendendo esse instrumento como componente obrigatório para a gestão da política pública do estado.

Durante os quatro dias do encontro, representantes de todo o estado estarão reunidos para finalizar o processo que se iniciou com os encontros municipais de cultura. Além das políticas específicas relacionadas a Expressões Artísticas, Pensamento e Memória, Culturas Populares, Cultura Digital, Audiovisual e Radiodifusão, Patrimônio Imaterial e Patrimônio Material, Cultura Indígena, Museu, Dança, Artes Visuais, Teatro, Arquivos, Literatura, Arquitetura e Urbanismo, Circo, Música, os grupos de trabalho debaterão temas relacionados à cultura como: turismo, meio ambiente, campo, cidade, desenvolvimento territorial e economia solidária, gênero, juventude, política, tecnologia e educação.

Participação Polular

A conferência de Cultura se destaca, ainda, pelo seu caráter participativo e plural. Ao todo, 297 municípios realizaram encontros que reuniram quase 24 mil participantes. Além disso, cerca de quatro mil pessoas, distribuídas em 26 Territórios de Identidade, também tiveram a oportunidade de propor ações para a cultura, através das conferências setoriais e conferências livres que vão permitir ao governo a aperfeiçoar o sistema municipal de cultura. O deputado concluiu o discurso destacando o papel de referência da Bahia no que se refere a partcipação popular.

“Quero saudar todos os participantes que vão se reunir em Vitória da Conquista e desejar a todos um encontro rico em debates e propostas, e que a Bahia continue sendo referência em democracia e participação popular”, finalizou o parlamentar.

Sobre Carlos Augusto 9759 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).