Deputado e médico, Targino Machado volta a criticar postura do governo Wagner com relação a saúde

Targino Machado volta a criticar postura do governo Wagner com relação à saúde.
Targino Machado volta a criticar postura do governo Wagner com relação à saúde.
Targino Machado volta a criticar postura do governo Wagner com relação à saúde.
Targino Machado volta a criticar postura do governo Wagner com relação à saúde.

Voltando a demonstrar muita preocupação com os problemas enfrentados pelos baianos no que diz respeito à saúde pública no estado, o deputado estadual Targino Machado, líder do bloco parlamentar PTN/PSC/PRP na Assembleia Legislativa, criticou nesta segunda-feira os gestores deste setor no atual governo.

Segundo o deputado, o ex-governador Paulo Souto deixou para Jaques Wagner bons números, principalmente na construção das Unidades de Saúde da Família (USF). “O governador Paulo Souto recebeu do seu antecessor, César Borges, em janeiro de 2003, 2.756 Unidades de Saúde da Família, distribuídos nos 417 municípios da Bahia. Nos quatro anos de gestão, Souto implementou 1.410 USF´s, ou seja, aumentando em 51% essas unidades”, disse.

Para Targino, a Secretaria da Saúde do Estado, gerida pelo secretário Jorge Solla, tem número alarmantes para a população da Bahia. “A UFS é a atenção básica à saúde, onde residem os maiores investimentos da saúde pública. É nesta unidade que reside a medicina preventiva. Mas, ao invés disso, o secretário Solla, que assola nossa saúde com incompetência e descaso, vive a fazer investimentos em propaganda enganosa”, afirmou.

Durante os cinco anos e oito meses de gestão, o governador Jaques Wagner pouco fez pela saúde pública no estado. Em 2006, quando assumiu o posto que ocupa hoje, o petista recebeu 4.166 Unidades de Saúde da Família. Foram construídas apenas 123 novas unidades, o que equivale ao pífio acréscimo de 2,95%.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111067 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]